Xiaomi abandona gamas de smartphones "Mi Play", "Mi Max" e "Mi Note"

Filipe Alves
2 comentários

O CEO da Xiaomi, Lei Jun, confessou de forma oficial que a fabricante abandonou as gamas "Mi Play", "Mi Max" e "Mi Note". Esta decisão não foi fácil mas foi establecida devido às últimas tendências do mercado.

Com o lançamento da sua nova linha Mi CC, o CEO da Xiaomi foi confrontado com a questão sobre as outras gamas que parecem nunca mais ter sucessores. Assim sendo, chegou-se à conclusão que os últimos modelos do Mi Note, Mi Play e Mi Max foram os últimos.

Xiaomi Mi Max 3

Xiaomi tinha gamas demais

A verdade é que a Xiaomi tinha linhas demais. A fabricante apostava de forma séria em variedade, contudo, o lançamento mais recente da submarca Redmi fez com que os equipamentos se dividissem entre as duas marcas. Assim sendo, de acordo com o CEO, a Xiaomi e a Redmi são marcas totalmente distintas com objetivos bem diferentes.

A Xiaomi procura

  • Centrar-se na gama Mi 9 e Mi 9SE
  • Mi Mix são o apogeu da criação da marca
  • Nova serie CC são destinados aos jovens e acompanhar a tendência mundial

Redmi procura

  • Alta qualidade de produtos com preço mais baixo
  • Procura apenas o mercado online
  • Um total de 6 linhas de Redmi ( Redmi 7, 7A, Note 7, Note 7 Pro, K20, K20 Pro)

Dessa forma fica esclarecido qual é o papel de cada marca no mercado. Uma estratégia, na minha opinião, inteligente. A Xiaomi precisa de dinamizar cada vez mais os seus smartphones topo de gama e a criação da submarca Redmi foi a melhor opção. Dessa forma, podem finalmente aclamar o apelido que lhes dão na China de "Apple chinesa".

Editores 4gnews recomendam:

2 comentários
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.