Xiaomi 15 Ultra e Xiaomi 15 Pro vão ter o mesmo atributo ultrassónico

Mónica Marques
Mónica Marques
Tempo de leitura: 1 min.

Apesar de a Europa não ter ainda recebido a série Xiaomi 14, são já muitos os rumores a circular sobre a sua sucessora. O mais recente avança que os modelos Xiaomi 15 Pro e Xiaomi 15 Ultra podem estar equipados com o mesmo sensor ultrassónico para leitura e reconhecimento de impressões digitais.

Sistema ultrassónico é mais preciso e seguro

imagem de cartaz de promoção do Xiaomi 14 Pro
O modelo Xiaomi 14 Pro conta com um sensor ótico embutido no ecrã para reconhecimento de impressões digitais Crédito@Xiaomi

Para já, parece que esta atributo ultrassónico poderá estar reservado para os modelos mais avançados da série. Não fica claro se o modelo base vai também ter este componente que se caracteriza por ser bastante mais preciso e seguro.

Tudo porque os sensores ultrassónicos recorrem a ondas sonoras para criar um mapa 3D da impressão digital do utilizador. Devido a este funcionamento, estes sensores fornecem um nível de precisão e segurança maior que os seus congéneres óticos.

Mais: esta tecnologia funciona também melhor com condições mais desafiantes como dedos sujos ou molhados, uma vez que consegue penetrar nas imperfeições da superfície a analisar.

Mas os sensores óticos têm uma vantagem: são mais rápidos. Isto porque captam uma imagem 2D da impressão digital recorrendo à luz. Ainda que este processo os torne mais rápidos, torna-os também mais vulneráveis à falsificação.

Smartphones que já incluem sensores ultrassónicos

Mas a Xiaomi não será a primeira marca a integrar os sensores ultrassónicos nos seus smartphones. Algumas rivais desta marca chinesa já o fazem e em modelos bem conhecidos no mundo tecnológico.

Como por exemplo, a nova série Galaxy S24. A Samsung artilhou a nova linha premium também com sensores ultrassónicos para reconhecimento das impressões digitais.

OPPO Find X7 Ultra e iQOO 12 Pro são os modelos das rivais chinesas da Xiaomi que também integram este atributo ultrassónico no ecrã.

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. monicamarques@4gnews.pt