Xiaomi 14 Ultra pode ter um aumento no preço

Mónica Marques
Mónica Marques
Tempo de leitura: 2 min.

O leaker Digital Chat Station está a avançar na rede social chinesa Weibo que o novo Xiaomi 14 Ultra deverá chegar ao mercado com um preço inicial mais elevado do que o seu antecessor.

Na origem deste aumento estão vários fatores relacionados com “capacidades únicas”, materiais e tecnologias desenvolvidas pela própria Xiaomi.

Aumento do preço deverá ser na ordem dos 90 €

imagem da publicação de Digital Chat Station sobre o aumento de preço do Xiaomi 14 Ultra
Publicação de Digital Chat Station, na rede social Weibo, sobre o aumento de preço do Xiaomi 14 Ultra Crédito@DigitalChatStation/Weibo

De acordo com o conhecido leaker, o novo smartphone da Xiaomi deverá ter um aumento do seu preço inicial na ordem do 90 €. Uma das razões para este preço mais elevado é o aumento de custo da lista de materiais (designada por BOM nas declarações de Digital Chat Station) para a própria Xiaomi.

Por outro lado, o novo modelo vai também contar com uma configuração quádrupla de câmara traseira, com a assinatura Leica, que irá apresentar “capacidades únicas” para a captação de imagem. O que representa mais um argumento para o aumento do custo.

Por fim, mas não menos importante, neste terminal a Xiaomi vai incluir novas tecnologias de comunicações, materiais e bateria, desenvolvidas por si, e que pretendem ultrapassar os limites da inovação.

Todas estas novidades vão ser apresentadas pela primeira vez no Xiaomi 14 Ultra. O que de acordo com Digital Chat Station vai refletir-se no preço final de venda ao público.

Ainda que este aumento no preço possa representar um desafio para o modelo chegar ao maior número de utilizadores, Digital Chat Station avança que a Xiaomi está bastante confiante neste smartphone e que a sua produção em massa já começou para que seja lançado o mais depressa possível.

Especificações esperadas no Xiaomi 14 Ultra

Recordemos então alguns dos atributos do Xiaomi 14 Ultra já desvendados por vários rumores. Tal como esperado, o modelo será alimentado pelo processador Snapdragon 8 Gen 3, assim como por uma bateria de 5.180 mAh com suporte para carregamento rápido de 90 watts e sem fios de 80 watts.

Por sua vez, a configuração de câmara traseira quádrupla terá quatro sensores com 50 megapixéis de resolução cada um, sendo que o sensor primário vai contar com abertura variável entre f/1.63 e f/2.5.

De resto, o modelo terá um ecrã ligeiramente curvo e um sensor ultrassónico para reconhecimento de impressões digitais.

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. monicamarques@4gnews.pt