Windows 11 prepara-se para dizer adeus a uma função clássica do Windows

Carlos Oliveira
Comentar

As últimas versões de teste do Windows 11 atestam que a Microsoft quer desfazer-se de um clássico dos seus sistemas operativos. Em causa está o inevitável desaparecimento do Painel de Controlo.

O intuito da empresa americana parece ser colocar todas as opções de gestão do Windows 11 na aplicação Definições. Deste modo, a Microsoft acabará por tonar o mítico Painel de Controlo redundante.

Opções do Painel de Controlo migraram para as Definições do Windows 11

Uma das últimas mudanças implementadas no Windows 11 foi a transição das definições de rede avançadas para as Definições. É neste local que os utilizadores poderão encontrar as opções para a partilha em rede de pastas, impressoras e outros.

Windows 11

Outra opção que sinaliza a intenção da Microsoft tem que ver com a desinstalação de programas. Esta opção sempre esteve embutida no Painel de Controlo, porém, o Windows 11 começa a redirecionar os utilizadores para as Definições.

Podemos ainda sinalizar que a desinstalação de atualizações também foi integrada nas Definições. Existem muitas mais opções que tradicionalmente encontramos no Painel de Controlo que estão agora a remeter o utilizador para as Definições do Windows.

A Microsoft justifica estas mudanças como um "esforço contínuo para levar as configurações do Painel de Controlo para a aplicação Configurações". Um claro sinal de que o primeiro poderá deixar de fazer sentido no Windows.

Esta é mais uma decisão da Microsoft na tentativa de simplificar a utilização do seu sistema operativo. Ainda que a empresa não o tenha admitido publicamente, o Painel de Controlo poderá mesmo desaparecer do Windows 11.

Com o lançamento do Windows 10, a Microsoft deu os primeiros sinais dessa mudança com o lançamento das Definições. Ainda assim, a empresa deixou que esta coexistisse com o Painel de Controlo talvez como medida de transição.

O final de linha para o Painel de Controlo poderá mesmo concretizar-se com o Windows 11. Resta agora saber se este módulo de gestão irá mesmo desaparecer do Windows ou se permanecerá como um fantasma.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.