WhatsApp lança a funcionalidade que não sabias que precisavas

Bruno Coelho
Comentar

Mesmo com as últimas polémicas a envolver o WhatsApp, este serviço de mensagens detido pelo Facebook continua a ser dos mais populares a nível mundial. E agora começou a receber uma funcionalidade que, à primeira vista, nem sabias que precisavas.

Se és daqueles que envia a recebe muitas mensagens de voz no WhatsApp, certamente recorres a essa possibilidade se não te apetece escrever. Mas agora passa também a ser possível acelerar ainda mais o processo.

Tal como revela o WABetaInfo, o WhatsApp já começou a disponibilizar a possibilidade de ouvir mensagens de voz no WhatsApp a diferentes velocidades. Para já a funcionalidade está disponível para utilizadores Beta no Android.

A novidade está a aparecer a quem tem a versão Beta 2.21.9.4 do WhatsApp no Android. Como podes ver na imagem abaixo, consiste num botão que podes premir, podendo acelerar a velocidade da mensagem para 1,5 ou 2 vezes.

Botão de alteração de velocidade nas mensagens de voz do WhatsApp. Crédito: WABetaInfo

Assim que tocas no botão padronizado na velocidade nromal, muda a velocidade a que a mensagem vai ser reproduzida. Esta funcionalidade pode ser interessante para ouvir mensagens mais longas ou em grande número.

Esta é uma novidade que gostaríamos de ter visto disponível há mais tempo. Sendo que as mensagens de áudio são populares em muitas situações, ouvi-las torna-se assim mais rápido. Contudo, os utilizadores que têm a versão normal do WhatsApp terão de esperar mais uns tempos poder utilizar esta ferramenta.

Esta é uma novidade que se junta a outras recentes no WhatsApp, como a possibilidade de enviar fotografias que desaparecem.

Editores 4gnews recomendam:

  • WhatsApp permitirá enviar fotografias que desaparecem
  • WhatsApp tem uma surpresa para quem usar este tipo de mensagens
  • Xiaomi Mi 11X e Mi 11X Pro são oficiais, mas não são o que esperas
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.