WhatsApp deixará de funcionar nestes smartphones já no início de fevereiro

Filipe Alves
Comentar

Foi referido pelo Facebook, empresa dona do WhatsApp, que a aplicação iria deixar de suportar alguns smartphones Android e iOS no início de fevereiro e isso comprova-se.

A partir de 1 de fevereiro os equipamentos mais antigos com o sistema Android e iOS deixarão de conseguir instalar a aplicação. Ainda assim, quem tem a aplicação continuará a ter a possibilidade de a utilizar. Contudo, deixarás de ter atualizações e se a apagares não a voltarás a conseguir instalar novamente.

O WhatsApp vai deixar de funcionar nos seguintes smartphones

  • Android: Versão 2.3.7 Gingerbread e mais antigo
  • iPhone: iOS 8 e mais antigo

WhatsApp deixará de funcionar em vários smartphones já no início de fevereiro

Assim sendo, se tens o WhatsApp instalado num smartphone com este sistema operativo, confirma que não o apagas de forma alguma. Caso contrário, deixarás de ter a possibilidade de o voltar a utilizar.

De referir que se tens um terminal com esta idade também está na hora de considerares uma nova compra. Se não queres gastar muito dinheiro tens sempre opções de fabricantes oriundos da China. Ficam aqui algumas opções com uma lista dos 10 melhores telemóveis baratos e bons em 2020.

Como podes ver a tua versão de sistema operativo no smartphone Android

A fórmula para ver a tua versão do sistema Android pode ser diferente de telemóvel para telemóvel. Contudo, está quase sempre dentro das "definições" e "Acerca do telefone".

Como verificar a tua versão de sistema operativo no iPhone

Nos iPhones a fórmula de ver a tua versão do iOS é simples. Simplesmente acedes às Definições - Geral - Acerca do smartphone. Muitos dos iPhones tem a possibilidade de instalar o iOS 9. Assim sendo, confirma se tens alguma atualização de software nas definições do teu telemóvel.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.