Vivo X90 pode chegar mais cedo do que se esperava

Mónica Marques
Comentar

Apesar de a série X80 ter sido lançada em abril deste ano, a Vivo prepara já o lançamento da sucessora que pode chegar mais cedo que previsto.

São já vários os rumores que sugerem que a marca chinesa vai lançar a série X90 ainda durante este ano, mais especificamente no último mês de 2022.

Vivo X90 pode chegar já em dezembro de 2022

Vivo X80
O Vivo X80 foi lançado em abril deste ano no mercado chinês Crédito@Vivo

A Vivo lançou a série X80 em abril deste ano no mercado chinês, sendo que nos meses seguintes os equipamentos chegaram ao resto do mundo. E, apesar de esse lançamento emblemático ter acontecido apenas há sete meses, são cada vez mais os rumores que indicam que a marca vai lançar a série sucessora X90 ainda durante este ano.

Mais uma vez, na rede social Weibo surge informação no sentido de a Vivo estar a preparar o lançamento da série de topo X90 já para acontecer no próximo mês de dezembro e conseguir, assim, a proeza de lançar duas famílias de topo no mesmo ano.

A mesma fonte avança também que a marca fará este lançamento apenas no mercado do seu país de origem, a China, e só posteriormente a série será oficialmente lançada nas restantes regiões do mundo.

Especificações esperadas na série Vivo X90

Rumores anteriormente divulgados revelaram que a nova série de topo X90 da Vivo vai chegar equipada com o processador Snapdragon 8 Gen 2 que, por sua vez será anunciado pela Qualcomm no mês de novembro.

Mas esta série vai incluir também uma variante com o chip de topo Dimensity da MediaTek, por isso haverá um modelo para todos os gostos.

A Vivo X90 trará consigo também o novo processador V2 ISP, proprietário da marca, assim como memória RAM LPDDR5X e armazenamento UFS 4.0. As capacidades de ambas as especificações não foram reveladas, mas com estes dois componentes teremos a rapidez e o desempenho premium que se espera em smartphones deste segmento.

De resto, espera-se que os equipamentos tenham baterias com capacidades entre os 5.000 mAh e 4.700 mAh com suporte para carregamento rápido de, pelo menos, 100 watts.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt