Vivo apresentará smartphone com leitor biométrico no ecrã a 10 de janeiro

Carlos Oliveira
Vivo smartphone
Vivo prepara-se para desvendar um revolucionário smartphone

O mercado mudou bastante ao longo do último ano no que respeita ao design dos smartphones. Os ecrãs estão cada vez maiores mas em contrapartida as suas margens foram significativamente reduzidas. Assim começou a crescer uma certa requisição por um sensor de impressões digitais por baixo do ecrã do smartphone. Este marco, ao que tudo indica, deverá ser alcançado pela chinesa Vivo.

O facto de as margens dos ecrãs dos smartphones terem sido drasticamente reduzidas levou a que deixasse de haver espaço para a alocação de um sensor biométrico na parte frontal do mesmo. As alternativas começaram a surgir. A Samsung e muitas outras marcas optaram por transitar este sensor para a parte traseira do seu smartphone. Já a Apple tomou uma medida mais drástica e removeu-o por completo no iPhone X.

Vê ainda: 5 pacotes de ícones gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Estas foram as alternativas alcançadas em razão da impossibilidade de alcançar aquilo que todos desejam. Esse desejo unânime recai sob um sensor de impressões digitais por debaixo do ecrã do smartphone. Até agora ainda ninguém foi capaz de lançar para o mercado um produto funcional com esta tecnologia.

A Vivo irá revolucionar a autenticação biométrica num smartphone

Contudo, este cenário está próximo de fazer parte do passado. A Vivo já havia dado sinais de que poderia ser a primeira a lançar um produto deste género para o mercado. Um protótipo já havia sido apresentado em junho do ano passado. Mas agora é tempo de lançar um produto final para o mercado, algo que irá acontecer já a 10 de janeiro, próxima quarta-feira.

A Vivo disponibilizou um teaser no qual pode ler-se "Unlock the future" (desbloqueia o futuro) e no qual podemos ainda ver uma impressão digital no ecrã do smartphone. Isto certamente indicará que a empresa chinesa já possui um produto final perfeitamente funcional com a tão aguardada tecnologia e está preparada para o desvendar ao público.

Segundo as últimas informações conhecidas, a Vivo será capaz de alcançar esta proeza graças a uma tecnologia desenvolvida pela Synaptics. Recorde-se que o protótipo que a marca apresentou em junho passado foi desenvolvido pela Qualcomm, mas a certo momento ela terá mudado de fornecedor.

Ora, a tecnologia desenvolvida pela Synaptics funciona graças a um sensor CMOS alocado logo abaixo de um ecrã AMOLED. O dedo do utilizador será iluminado pelo próprio ecrã, sendo assim possivel captar o reflexo da impressão digital e desta forma identificar o utilizador.

O tempo de autenticação deste tipo de tecnologia não deverá ser um problema. As tecnologia atuais demoram, em média, 0.2 segundos a autenticar um utilizador. Esta nova tecnologia da Synaptics deverá demorar cerca de 0.7 segundos, uma diferença mínima para o utilizador final.

O Santo Graal da tecnologia móvel da atualidade parece estar próximo de ser revelado. 2017 foi um ano em que ansiamos pela chegada de um smartphone com um sensor de impressões digitais por debaixo do ecrã. Pois bem, este marco deverá ser alcançado daqui a dois dias e a expectativa é muita.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Android – Será este o aspecto do próximo Sony Xperia XZ1 Premium?

Misterioso Nokia aparece em fotografia e desvenda parte de design

Samsung Galaxy S9 e Samsung Galaxy S9 Plus serão bem distintos

Unlocking to new possibilities for your devices! Vivo proudly uncovers the latest Under Display Fingerprint Scanning Solution, marking a new milestone for smartphone innovations! #VivoMWC2017

Posted by Vivo on Tuesday, June 27, 2017
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.