Vision AVTR: interface Mercedes controla funções do carro com a mente

Mónica Marques
Comentar

Para já é ainda um concept car, mas a Mercedes está a trabalhar no Vision AVTR para que seja possível ao utilizador controlar com a mente a iluminação, música e navegação no interior de um veículo.

A marca germânica apresentou a ideia no Salão Internacional do Automóvel que decorreu em Munique, na Alemanha. Na prática, a tecnologia integrada no concept car Vision AVTR permite uma conexão entre o cérebro do condutor e o computador a bordo para que as funções do veículo possam ser acionadas, sem o condutor falar ou tocar em botões.

Tecnologia BCI traduz atividade cerebral em sinais para o computador

Mercedes Vision AVTR 1

A tecnologia integrada chama-se BCI e é capaz de traduzir a atividade cerebral, através da medição dos impulsos elétricos, transformando-a em sinais que o software compreende e executa.

Na prática, esta tecnologia baseia-se no método de funcionamento utilizado nos eletroencefalogramas (EEG) que monitorizam a atividade elétrica do cérebro. A grande diferença é que a tecnologia BCI fornece os sinais elétricos a um algoritmo que, por sua vez, os converte em comandos para o computador.

Wearable ajustável para a cabeça com eletródos incluídos

Foi no Salão Automóvel de Munique que a Mercedes apresentou o concept car Vision AVTR e que os visitantes puderam experienciar a tecnologia BCI. Esta está incluída no referido concept car sob a forma de um wearable, de faixa ajustável à cabeça, que está equipado com um sensor para o cérebro.

Sensor esse que funciona com eletródos que registam a atividade cerebral do condutor e que estabelecem uma conexão direta com o veículo. Para impulsionar os sinais cerebrais e estimular a atividade neurónica, as funções no painel do carro têm sinais de luz.

A tecnologia BCI analisa, permanentemente, as ondas cerebrais do condutor e é capaz de reconhecer quais os pontos de luz em que o condutor está concentrado. Tal é analisado pelo algoritmo que transforma os sinais dos neurónios num comando. Algo como mudar a estação de rádio ou alterar o modo de condução para noturno.

Mercedes Vision AVTR 2

A tecnologia BCI e respetivo algoritmo foram desenvolvidas pela startup de neurotecnologia NextMind. E sobre este assunto, Sid Kouider, fundador e CEO da NextMind, afirmou que a tecnologia da empresa "abre novas possibilidades para a interação e envolvimento do utilizador, ao traduzir instantaneamente os sinais cerebrais do córtex visual em comandos para o computador".

O Vision AVTR é para ainda um concept car e a Mercedes não prevê implementar, num futuro próximo, este tipo de tecnologia nos seus veículos comerciais.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.