Vídeo mostra-nos aquilo que pode ser o iPhone SE2 e surpreende!

Filipe Alves
1 comentário

Um olhar desatento e podemos achar que se trata do iPhone 11 Pro. Contudo, existe uma pequena diferença que nos faz acreditar que este vídeo pode realmente ter algum fundamento para ser o iPhone SE 2.

Podemos ver que no vídeo temos um smartphone idêntico ao iPhone 11 Pro, porém, com as laterais achatadas. Este tipo de design segue as linhas do iPhone 4 que nos deu a perfeita "sanduíche" entre o metal e o vidro.

Vídeo do alegado iPhone SE da Apple

Contudo, também vale a pena para e pensar. Daquilo que conhecemos da Apple, será mesmo que teremos um modelo "SE" com o mais recente design do iPhone 11?

No passado tivemos um iPhone SE inspirado no iPhone 5s. A Apple aproveitou o que restava de stock e deu-nos um smartphone com o mesmo material do (na altura descontinuado) iPhone 5s.

Ou seja, pela lógica, se tivermos um novo iPhone SE seria com o design de um terminal que a Apple pode estar prestes a descontinuar. Ou seja, o iPhone 8.

Uma pequena diferença que faz a diferença

alegado iPhone SE 2 Apple

Independentemente do smartphone que estamos a olhar, este iPhone 11 Pro com as laterais achatadas conquista. Pelo menos na minha opinião. Sempre fui um amante do design do iPhone 4 e escusado será dizer que este terminal segue as mesmas pisadas.

As laterais do smartphone fazem a diferença. Se este terminal foi reconstruído por alguém para nos dar este tipo de design, certamente poderiam começar a pensar em distribuir estas modificações para o público em geral porque conquista.

Em suma, não sabemos se a Apple tem ou não um iPhone SE 2 preparado para lançamento. Temos apenas a ideia que se tal acontecer deverá ser revelado no início do próximo ano. A ver vamos.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.