Lumia 950
Os “verdadeiros” Lumia 950

Portanto, um ano e meio depois descobrimos aquela que era a visão inicial da Microsoft face aos Lumia 950. Bem, não seria muito diferente daquela que veio a ser mas, por outro lado, teria detalhes bastante interessantes que, talvez, em 2015, tivessem feito toda a diferença.

Vê também: Cache no Browser: O que é e porque o deves limpar?

O Continuum e o Windows Hello eram alguns dos pontos de diferenciação do smartphone, tal como veio a acontecer. No entanto, para smartphones tão capazes já naquela época, os dois Lumia 950 tinham ainda algumas lacunas ou, pelo menos, lugar para melhorar.

   

Desta forma, de acordo com a fonte da notícia, facilmente percebemos que havia uma enorme quantidade de marketing que teria sido utilizada para estas beldades que, todavia, não veio a ser aplicado. E, para além disso, os dois flagships teriam direito a duas companheiras.

Uma delas seria uma Smart Cover que sim, teria dado bastante jeito visto que este se trata de um par de smartphones destinados ao meio empresarial, por exemplo. A segunda, por outro lado, iria ser uma Surface Pen – ou algo com um nome qualquer – que serviria como uma Stylus normal. Se vires o vídeo no final do artigo, perceberás que teria sido importantíssima para muitos utilizadores, ou potenciais utilizadores.

Surface Pen
As cores da nova Surface Pen

Por fim, embora se perceba que o vídeo é bem mais antigo que os Lumias – isto é, deverá ser do início do ano de 2015 – vemos que há funcionalidades que os dois 950 correm nele que acabaram por não ser aplicadas no final. Uma delas, por exemplo, tem que ver com alguns dos recursos do famoso McLaren cancelado pela Nokia, ou seja, efeitos 3D-Touch, entre outros.

Tudo isto para dizer o quê? Bem, não se sabe o que terá levado à desistência por parte da Microsoft daquele que era o desenho inicial dos Lumia 950. Porém, tendo em consideração que os mesmos são a cara do Windows 10 Mobile, se a empresa não tivesse qualquer plano para o mesmo então nem sequer os teria lançado.

Que se terá passado? Porque não lançou a Microsoft algo que poderia ter obtido maior sucesso?

Desta forma, o que se pode concluir, ainda que baseado numa opinião, é que a empresa de Redmond soube (ou pensou) que talvez não fosse aquele o momento de um “Pré Surface Phone”. Ou porque o mercado não o queria, ou porque não estavam preparados para tal. Não se sabe.

Seja como for, quase dois anos depois, continuam a ser excelentes terminais, com um software ainda obscuro, no sentido em que não se sabe para onde caminhará. Veremos o que acontecerá daqui para a frente.

Outros assuntos relevantes:

Chegará o flagship Nokia 9 com 8GB de memória RAM?

Honor 9: Este será o novo Smartphone com câmara dupla da Huawei

Huawei Nova 2 é oficial e tem tudo para fazer sucesso!

FonteWindows Central
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.