itineris

Provavelmente a semana mais pagã da cidade dos Arcebispos, Braga Romana une todos os bracarenses numa entusiástica celebração das suas origens romanas. Uma cidade agraciada com o título de “Augusta” em honra do 1º dos Césares e que soube impôr-se ao longo de dois milénios.

   

São dias repletos de cor, música, aromas, boa comida, animação e claro, uma cada vez mais importante vertente histórica que se desdobra em múltiplas recriações dos rituais e vários hábitos da antiga cidade imperial que agora repousa maioritariamente sobre uma implacável e fria camada de betão e alcatrão.19615_960993930598461_6225358750194061119_n

Bracara Augusta, foi fundada pela vontade do imperador Augusto por volta do ano 16 a.c juntamente com outras duas cidades na então região da Galécia, chegando mesmo a ser capital da região. “Bracara” provém da tribo que habitava este pedaço de terra, os Bracaros,  assim chamados pelos calções que utilizavam na sua vestimenta. “Augusta” impõe-se como homenagem ao imperador que há praticamente 2000 anos a decidiu fundar e da qual ainda podes vislumbrar vários vestígios com o auxílio da aplicação Via iTINERIS.

Começando pelo Museu D.Diogo de Sousa, onde podem ser visitados muitos dos achados arqueológicos de Bracara Augusta e dos espaços especialmente preservados como as Termas, o Teatro romano, a Fonte do Ídolo e a Escola Velha da Sé, são várias as memórias da época romana que perduram até aos dias de hoje por entre as ruas da cidade: inscrições evocando deuses romanos, vestígios da muralha, pedaços do antigo sistema de canalização, memórias do antigo Fórum Romano. Todos estes pontos estão espalhados pela moderna Braga mas poderás encontra-los facilmente com a Via iTINERIS.

A Via iTINERIS é uma aplicação que te proporcionará uma autêntica visita guiada com todos os pontos a não perder nesta faustosa semana de Bracara Augusta, está disponível gratuitamente para o sistema operativo Android e iOS.

Via iTINERIS para iPhone (iOS)

Via iTINERIS para Android

Talvez queiras ver:

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).