Vernee M5 - Quem dera que todos os gama-média fossem assim!

Filipe Alves
Vernee M5 - Quem dera que todos os gama-média fossem assim!
Este é o Vernee M5

O Vernee M5 não é um dispositivo fantástico, irreverente ou único. Se o pudesse descrever numa palavra diria que o Vernee M5 é um terminal banal, porém, nunca um "banal" foi tão importante no sector de gama-média.

Numa altura onde as marcas oriundas da China (e não só) tentam a todo o custo ser irreverentes com grandes ecrãs e tecnologias que estão longe de estar preparadas, a Vernee revelou-nos um M5 simples e eficaz.

Vê ainda: Motorola – Prepara-te para os Moto G6, Moto G6 Plus e Moto G6 Play

O terminal tem um corpo de metal, um ecrã de 5.5" polegadas HD, margens aceitáveis, processador MediaTek MT6750 a correr 1.5GHz, 4GB de memória RAM e 64GB de memória interna com possibilidade de expansão via MicroSD.

Quando falei que este terminal era "banal" não foi por mero acaso. O dispositivo não se sobressai em nada, literalmente nada! Mas isso é bom. O smartphone tem um preço de 92€ e por este preço é simplesmente perfeito.

Vernee M5 é um smartphone banal, mas espera, isso é bom!

O Vernee M5 não tenta inventar ou reinventar o smartphone. O dispositivo dá-te um terminal com especificações coesas e um preço bem aceitável. Tens por exemplo o Energy Phone Pro que com especificações mais baixas (tirando o ecrã) tem o valor de 270€, percebes onde quero chegar?

No meio de tantas "irreverências" no mercado, o Vernee M5 dá-nos um pouco do sabor "old school". Embora seja bom ser surpreendido com os novos terminais, às vezes só precisamos de uma gadget simples, barato e que faça o trabalho que lhe é pedido.

Outros assuntos relevantes:

HMD estará a preparar novo Nokia de gama alta mas não para Portugal

HomTom S9 Plus – Design deslumbrante num phablet de 150€

Xiaomi tem o objectivo mais ambicioso de sempre e já para 2017!

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.