Verne: o carro totalmente autónomo que chega em 2026

Pedro Alves
Tempo de leitura: 2 min.

É o novo 'brinquedo' do fundador do fabricante de hipercarros Rimac, Mate Rimac, mas agora numa nova proposta 'full electric', ainda mais futurista e que reinterpreta o modo como a maioria das pessoas ainda usa o automóvel.

Chama-se Verne, deverá chegar ao mercado europeu em 2026 e promete uma condução autónoma de Nível 4, ou seja, a dispensar a intervenção humana para qualquer manobra.

A avaliar pela informação da Project 3 Mobility, a startup que criou o Verne, trata-se mais de um veículo para plataformas de aluguer, tipo Táxi ou Uber, do que propriamente para ser adquirido pelos consumidores.

Verne: um elétrico com condução autónoma de Nível 4
Imagem: Project 3 Mobility, via Electrek

Plataforma criada de raiz e... sem volante

Quando olhamos para o interior do Verne, a primeira imagem que fica é a de total ausência de volante, num espaço com dois lugares servidos por um ecrã gigante e por uma interface digital para diferentes tipos de interação.

De acordo com informação do Electrek, o Verne está baseado no sistema de condução autónoma de Nível 4 Mobileye Drive, desenvolvido pela israelita Mobileye. Mas os seus responsáveis destacam também a plataforma criada de raiz:

“O veículo é construído numa plataforma completamente nova, projetada em torno da segurança e do conforto, exclusivamente para a condução autónoma. Construído do zero, está livre das limitações e desvantagens necessárias quando usamos uma plataforma já existente, projetada para a condução humana.”

A Project 3 Mobility trabalhou durante cinco anos na criação da plataforma do Verne.

verne: elétrico com condução autónoma de Nível 4
Imagem: Project 3 Mobility, via Electrek

Serviços de ‘robotáxi’

Segundo informações da Reuters, a Project 3 Mobility pretende criar uma plataforma integrada de serviços de ‘robotáxi’ com base no Verne, a começar em 2026 na cidade de Zagreb, Croácia. Além dos automóveis, o projeto prevê o desenvolvimento de uma App para os clientes, bem como a criação de um hub para carregamento, limpeza e manutenção.

“O que estamos a tentar fazer é disponibilizar uma experiência de carro de luxo no espaço de um veículo compacto” afirmou Mate Rimac à Reuters, explicando que o Verne “tem o tamanho de um veículo pequeno, mas mais segurança e conforto que um carro de luxo”.

A Project 3 Mobility é detida por Mate Rimac, por mais dois executivos da Rimac Automobili e pelo próprio Rimac Group (detido parcialmente pela Porshe) - mais conhecido pelo hipercarro elétrico Nevera.

Pedro Alves
À paixão da escrita juntou a da Tecnologia e fez disso profissão durante duas décadas.