HTC-One-M9-24ct-gold-edition

O One M9 foi a tentativa de melhorar o One M8 por parte da empresa twainesa, HTC. O One M8 já era excelente em muitos aspetos como qualidade de construção, ecrã, performance mas falhava completamente na câmara, que não estava nem perto de equiparar as câmaras existentes noutros smartphones da mesma categoria. Com isto em mente, a HTC jurou melhorar a câmara na próxima versão do One e esta próxima versão, o One M9, acabou por chegar e quem diria, pouco mudou comparando com o M8 excepto a câmara que recebeu uma grande atualização, substituindo o sensor UltraPixels, proprietário da HTC, por um sensor de 20.7 MP. E para surpresa de todos, não foi grande melhoria e acabou por ser novamente o calcanhar de Aquiles do One, que excepto isso é um dos melhores smartphones do mercado.

Mas “um dos melhores” não é o suficiente para HTC que, por acaso, ainda se está para afirmar depois de um período de crise económica que quase fechou as portas ao fabricante e que, no passado, desenvolveu alguns dos mais icónicos smartphones. Para que a HTC conseguisse afirmar que “está de volta” e que “voltou para ficar”, o One M9 teria de ser mesmo o melhor e tinha que se destacar da concorrência que inclui “apenas” o iPhone 6, o Galaxy S6… Não seria tarefa fácil, mas provavelmente poderiam ter arriscado mais um pouco, pois o que fizeram foi jogar demasiado pelo seguro e acabaram por lançar um One M9 que mais se podia chamar One M8.

   

As estatísticas confirmam a desilusão que foi o HTC One M9 pois nos primeiros 3 meses desde de que este foi disponibilizado apenas 4.75 milhões de unidades foram expedidas, estes números comparados com os números do HTC One M8, no mesmo período de tempo, foram 44% mais baixos e para terem uma ideia o Galaxy S6 e S6 Edge, no primeiro mês desde de que foram disponibilizados, foram expedidas 10 milhões de unidades. O One M9 é tão parecido ao One M8 que grande parte dos utilizadores simplesmente não viu a vantagem em fazer o upgrade e os valores aqui apresentados confirmam este pensamente e que simplesmente não estão a ajudar a HTC nestes momento cruciais.

Quase como uma medida de emergência, a HTC anunciou que vai completamente refazer o flagship e desta vez esperemos que não joguem tanto pelo seguro e arrisquem mais ao apresentarem algo que pode realmente chamar as atenções dos consumidores e, na minha opinião, se tal acontecer e a HTC consiga recuperar da sua crise não há mais ninguém, neste mundo da tecnologia, que não mereça um regresso grandioso senão a HTC.

Talvez querias ver:

Membro do 4GNews há já 1 ano e estudante no 12º ano. Se bem me lembro , comecei a interessar-me por smartphones e outras coisas desde o momento que consegui perceber do que realmente se tratavam! Tive imensa sorte e encontrei este site, mandei um email e aqui estou a escrever para a 4GNews - um site originalmente PORTUGUÊS.