Vaticano lança o primeiro "wearable sagrado"! Conhece o terço inteligente

Vitor Urbano
Comentar

O Vaticano lançou recentemente o seu primeiro wearable oficial, o eRosary. Este é um terço inteligente, que foi desenvolvido com o objetivo de cativar os mais jovens a seguirem as tradições da religião católica. Este terço/rosário pode ser utilizado como uma pulseira, acompanhando o utilizador em qualquer altura do dia.

Novo gadget faz parte da "Pope's Worldwide Prayer Network" e chega com um preço de €99. Para já, é comercializada pela Acer e suporta apenas italiano, espanhol e inglês.

Terço inteligente wearable sagrado vaticano

Aplicação compatível com Android e iOS pode ser ativada com apenas um gesto

O eRosary chega acompanhado de uma aplicação oficial, que está disponível tanto para Android como iOS. Esta aplicação pode ser ativada realizado o simples sinal da cruz (enquanto utilizas o terço), e vai colocar à disposição diversas opções para escolheres a reza mais adequada.

O gadget consegue manter um registo sobre o progresso de cada reza, assim como arquivar os dados sobre rosários que foram completados ao longo do tempo.

eRosary

Mais que um terço, funciona também como monitor de atividade

Uma vez que este inovador gadget tem como objetivo conseguir cativar os utilizadores mais jovens, o Vaticano decidiu incorporar algumas funcionalidades adicionais.

Para que se apresentasse como um wearable mais "composto", decidiram integrar o suporte para várias ferramentas de monitorização. Este "terço inteligente" consegue também contar o número de passos realizados, estimar calorias perdidas e também distância percorrida.

Terço Sagrado

Com certificação de resistência IP67 (resistência a água e poeiras), o eRosary chega com uma doca para carregamento sem fios. Este é um detalhe importante, possibilitando que o seu design se apresente homogéneo e sem qualquer entrada física.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.