Valve lança versão gratuita de Counter-Strike: Global Offensive

Carlos Oliveira
Valve Counter-Strike Global Offensive
Counter-Strike: Global Offensive tem agora uma versão gratuita para experimentares

Counter-Strike Global Offensive é um dos jogos mais populares do momento. O FPS lançado pela Valve em agosto de 2012 é um dos mais jogados em todo o mundo e a comunidade existente em torno do jogo é enorme.

Este jogo é a evolução de um dos jogos mais populares daqueles que, como eu, cresceram na década de 90. Na altura era o Counter-Strike 1.6 que nos levava a passar horas a fios em salões de jogos com amigos e desconhecidos.

Vê ainda: Sony diz que a PlayStation 4 é demasiado boa para “cross-platform”

Mas como não poderia deixar de ser, mais tarde ou mais cedo, a Valve teria de lançar uma versão melhorada deste seu jogo. No entanto, os receios de que a jogabilidade do jogo pudesse mudar inquietaram muitos fãs.

Felizmente esses receios não se vieram a confirmar e o Counter-Strike Global Offensive ganhou uma enorme popularidade por todo o mundo. Aproveitando essa popularidade, e com o intuito de ganhar ainda mais jogadores, a Valve acaba de lançar um versão gratuita do seu popular FPS.

Counter-Strike Global Offensive da Valve tem agora uma versão gratuita

Para os que se sintam inseguros com a compra do CS GO, a Valve tem agora uma versão totalmente gratuita para ti. Com efeito, esta vai permitir-te ambientar ao jogo sem teres de gastar um cêntimo.

Todavia, existem algumas ressalvas que devem ser feridas relativamente a esta versão. A mesma só te permitirá realizar partidas offline, contra bots. Se quiseres partir para a ação online terás de adquirir a versão paga.

Além disso, esta versão permitir-te-á simplesmente visualizar outros jogos através da plataforma GOTV. Esta será também uma forma de te ambientares aos mapas disponíveis no jogo e, quem sabe, aprender alguns truques.

Este é o principal objetivo da Valve com o lançamento desta versão de Counter-Strike Global Offensive. Oferecer aos seus utilizadores uma forma de experimentarem o jogo sem terem de gastar dinheiro. Mas, em último caso, a ideia é que os mesmos se sintam impelidos a comprar a versão paga.

Editores 4gnews recomendam:

Fortnite: Epic Games crucifica Google por má conduta

A Microsoft queria mesmo trazer realidade virtual para a Xbox One

Acer Predator Thronos: O sonho de qualquer ‘gamer’

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.