Samsung Galaxy S7 edge 4gnews

Os estudos relacionados com as tecnologias tendem a surgir com maior frequência, num mundo no qual os computadores, smartphones, tablets e gadgets adoptam uma importância cada vez maior.

Depois de um estudo efetuado pela Universidade de Houston em 2015 no qual se concluiu que a utilização em excesso do Facebook pode levar a maiores riscos de depressão, surge agora uma nova investigação que pretendeu comparar a intensidade de comportamentos sexuais de risco levados a cabo por utilizadores de alguns smartphones em particular, caso do Apple iPhone 6S, Samsung Galaxy S6/S7 edge e ainda o OnePlus One.

   

A premissa, segundo a universidade londrina responsável pela investigação, enquadra-se no substancial aumento de aplicações de encontros como o Tinder ou o Happn e de que forma a sua utilização pode aumentar os comportamentos de risco dos utilizadores dos dispositivos listados acima, já que os mesmos perfazem a maioria dos equipamentos nos quais as ditas aplicações se encontram instaladas.

Vê ainda: Afinal o “metalizado” LG G5 é maioritariamente feito de plástico

O estudo teve início em Outubro de 2015 e contava inicialmente com uma amostra de 220 sujeitos, sendo que 110 pertenciam ao sexo feminino e a outra metade ao sexo masculino. Dado o sucesso inicialmente evidenciado pelo estudo, os investigadores resolveram aumentar a amostra para mais de um milhar de sujeitos, repartindo-a sempre em metades iguais para ambos os sexos.

girl_smsing_iPhone_635

Através de um questionário que contava com perguntas relacionadas com a frequência de utilização das aplicações de encontros, o número de vezes que de facto os mesmos levaram a atividades sexuais e ainda se os envolvidos utilizaram algum tipo de proteção no decorrer das mesmas, os sujeitos foram seguidos no decorrer de um período de 6 meses, tendo a conclusão do estudo sido revelada em finais de Março. E diga-se desde já, que a mesma não podia ter sido mais surpreendente.

Verificou-se que os utilizadores do Samsung Galaxy S6 Edge revelaram uma taxa de comportamentos de risco na ordem dos 87.5%, ao passo que os utilizadores de iPhone 6S apresentaram 42% e, por último, os detentores de um OnePlus One ficaram-se pelos 23.6%.

realidade virtual mulher

A justificação dos autores do estudo para estes resultados assenta na expansão do ecrã do Samsung Galaxy S6/S7 Edge pelas bordas do dispositivo, o que segundo algumas autoridades na matéria apresenta um maior leque de possibilidades para os utilizadores, especialmente no que respeita às aplicações de encontros acima referidas.

Ao passo que em smartphones com ecrãs ditos “normais” os utilizadores apenas conseguem marcar encontros e mostrar interesse em uma pessoa de cada vez, aparentemente no Samsung Galaxy S6/S7 edge os utilizadores conseguem chegar às três pessoas em simultâneo, o que poderá constituir uma das principais causas para a maior frequência de atividades sexuais e, consequentemente, de comportamentos de risco.

Deste modo, aconselhamos vivamente todos os utilizadores do Samsung Galaxy S6 Edge e das referidas aplicações de encontros a serem mais contidos e, acima de tudo, a serem mais cautelosos no decorrer da utilização das mesmas.

Principalmente num dia como o de 1 de abril! Feliz dia das mentiras da equipa 4gnews

Talvez queiras ver:

Artigo feito por Bernardo Fonseca para 4gnews

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.