USB-C 2.1: o novo padrão que duplica a potência de carregamento até 240 W

Rui Bacelar
Comentar

Os primeiros carregadores a suportar a nova potência de carregamento até 240 W podem chegar ainda durante o ano de 2021, superando largamente até os mais poderosos adaptadores atuais. O novo padrão USB-C 2.1 é oficial e mudará o mercado!

Em breve, o novo padrão USB-C suportará uma potência máxima de carregamento capaz de alimentar computadores portáteis mais vorazes ao entregar até 240 W de potência. Atualmente, em jeito de comparação, o padrão USB-C tem capacidade para 100 W.

Mais do dobro de potência com o novo padrão USB-C 2.1

USB-C

O anúncio foi feito pela entidade responsável, a USB Implementers Forum (USB-IF). Assim, ficamos a saber que a nova versão entregará aos consumidores novos cabos USB-C com a identificação "Extended Power Range" (EPR), substituindo-se à atual tecnologia de ponta, adotada pela maioria das fabricantes.

Isto significa que, para tirar proveito das novas velocidades e potência de carga necessitaremos de novos cabos USB. Os novos conectores serão mais grossos e mais robustos para suportar o incremento de potência, tal como aponta a Android Central.

Este padrão seria definido em conjunto com as opiniões de várias entidades do setor. Com efeito, entre as figuras consultadas damos conta da Apple, Dell, Google, HP, Intel, Lenovo, LG, MediaTek, Oculus, Qualcomm, Samsung, AMD, Xiaomi e outras empresas.

Extended Power Range será sinónimo de até 240 W via USB-C

Para o consumidor será, potencialmente, um salto incrível na velocidade de carga. Efetivamente, a maioria dos telefones em circulação tem uma potência máxima de carga entre os 18 W a 25 W, tal como os carregadores (ainda) incluídos nas caixas.

Futuramente, ainda que provavelmente seja necessário adquirir um carregador à parte durante os primeiros anos, este valor ascenderá aos 240 W, pelo menos teoricamente. Este é o teto máximo suportado pelo novo padrão USB-C 2.1.

Damos ainda mais exemplos. Os computadores portáteis Apple mais poderosos, os MacBook Pro carregam a 96 W. Aliás, uma boa porção dos portáteis Windows, sendo os Chromebooks um bom exemplo, carregam até 45 W de potência.

Pensem no telefone e / ou portátil com carregamento mais rápido que já tiveram ou contactaram e multipliquem essa velocidade por duas ou três vezes. Este é o verdadeiro potencial do novo padrão USB-C 2.1 assim que chegar ao mercado.

Serão necessários novos cabos e carregadores

USB-C
As fabricantes terão que adaptar o desenho dos seus carregadores ao novo padrão USB 2.1.

Tal como o ilustra a imagem, os fabricantes terão que modificar o desenho dos carregadores / adaptadores USB, bem como os próprios cabos incluídos, isto para lidarem em segurança com o aumento de potência. Será um novo desafio para a indústria.

Ainda assim, caminhamos para um futuro mais convergente, em que um mesmo carregador USB será capaz de alimentar o voraz portátil gaming e o smartphone Android / iOS. Para todos os produtos, uma só solução, rápida e de preferência, segura.

Especificamos ainda que os novos cabos de conexão terão que suportar até 5A e 50 V para serem compatíveis com a nova potência de carga até 240 W.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.