motorola logo

O Motorola Moto X 2ºgen (2014) foi um dos smartphones que mais me impressionou, não pelas suas especificações ou números mas pela experiência que oferece ao utilizador. A integração do software focado na pessoa do utilizador final, aliado ao hardware e à qualidade de construção, fizeram deste equipamento um dos meus favoritos portanto é normal que aguarde com expectativa o lançamento do seu sucessor.

   

Relativamente ao Motorola Moto X 2015, os rumores tem sido vários nos últimos dias e a fonte, que alega ter informações seguras já deste o lançamento do Moto X 2014, foi a mesma que ainda há poucos dias nos trouxe algumas fotos do suposto Motorola Moto X 2015 com espaço para um sensor de impressões digitais  na sua estrutura.

Desta vez, esta fonte traz-nos a confirmação de algumas informações bastante importantes, sobretudo para os potenciais consumidores. Teremos então uma versão do Motorola Moto X 2015 com ecrã de 5.7 polegadas e uma, exactamente igual mas com um ecrã menor de 5.2 polegadas, a única diferença será mesmo o tamanho do ecrã.

Internamente conhecidos como Moto X e Moto X Plus, as versões de 5.2 e 5.7 polegadas respectivamente, podem mudar de nome quando forem apresentados oficialmente. Em seguida, no relato da fonte (vídeo), temos referência à câmara traseira dos Motorola Moto X 2015 que, supostamente será tão boa quanto a do LG G4 com controlos manuais entre outras coisas.

Relativamente ao Motorola Moto X 2015 de 5,7 polegadas, este modelo irá incorporar altifalantes duplos frontais, quanto à versão de 5.2 polegadas tal facto ainda não foi confirmado. Além disso, o irmão maior terá uma barra na traseira do smartphone, onde estará a câmara, o flash e o logótipo da marca e que, servirá também, como um elemento de ligação a um gadgets de Realidade Virtual.

Podemos também ver a nova aplicação Google Fotos que virá incorporada com os Motorola Moto X 2015 e que dará mais funcionalidades e facilidade de partilha das fotos. Teremos também uma nova aplicação Moto Wear que funcionará com os wearables da marca e também com o sucessor do Moto 360, um projecto conhecido pelo nome de código “Smelt” e que deverá ter uma resolução de 360 x 360 pixels num ecrã redondo.

Este novo smartwatch terá um sistema operativo próprio e será mais um elemento a abandonar a plataforma Android Wear e, por último, segundo esta fonte a Motorola está a acelerar a produção dos seus novos flagships para que sejam lançados antes do Samsung Galaxy Note 5, portanto antes de Setembro.


Talvez queiras ver:

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).