Home Automóveis

Tribunal de Roma acaba de banir a Uber em toda a Itália

Só o serviço "Premium" continuará a ser permitido neste país

Uber
Crédito: Business Insider

Para onde quer que vá, a controvérsia parece seguir a Uber de perto. Agora, de acordo com a agência reuters (fonte), numa notícia avançada pelo The Guardian (via), ficamos a saber que a Uber tem apenas 10 dias para deixar o país. A decisão judicial provém de um tribunal romano, aplicando-se em toda a extensão do território italiano.

A controvérsia segue a Uber

A decisão surge após uma série de protestos e reclamações por parte das associações de taxistas profissionais daquele país. Esta interdição à escala nacional da Uber advém das várias queixas de concorrência desleal face ao tradicional sector taxista. Controvérsia esta com a qual estamos bastante familiarizados mas que, em território luso, poucos frutos obteve para além de algumas manchetes e tristes exemplos por parte de alguns “profissionais” do sector.

Em Itália a Uber terá que cessar quase todas as funções e abandonar o país no espaço de 10 dias (úteis), ou então será multada em cerca de 10 000€ por cada dia de permanência e atividade após este período. A judicial, no entanto, não se opôs à continuidade do serviço Uber Black. Este é o pack premium que utiliza carros de alta cilindrada com motoristas devidamente credenciados.

   

Vê ainda: Motorola: Os 5 modelos mais marcantes da marca

O problema italiano sucede um pouco por todo o mundo com tónicas diferentes na violência ou contestação do sector de transportes “tradicional”. Um pouco por todo o globo a estratégia da Uber é recebida com ânimo pelos consumidores e escárnio por parte do sector estabelecido. Esta pronuncia do tribunal romano só diz respeito ao serviço Uber Pop (conhecido como UberX), tendo sido considerado concorrência desleal para com os taxistas profissionais.

A Uber já emitiu um comunicado no qual se diz “chocada” com a decisão judicial, da qual irá recorrer. Acrescentado ainda que ” centenas de motoristas profissionais e devidamente licenciados utilizam esta aplicação para obterem o seu sustento e providenciar um serviço responsável e respeitável para os cidadãos italianos”. Acompanharemos o desenrolar deste duelo judicial e, até nova decisão, apenas o serviço premium estará disponível na “Cidade Eterna” e restante território italiano.

Assuntos relevantes:

ViaThe Guardian
Fontereuters
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).