Tim Cook tem 'algo mais' a apresentar antes de deixar a Apple

Rui Bacelar
Comentar

Mark Gurman, jornalista da Bloomberg, avança agora novas previsões sobre o futuro da Apple, empresa que deverá continar a ser liderada por Tim Cook, atual CEO, até 2025. O executivo norte-americano, agora com 61 anos, foi o escolhido por Steve Jobs.

Cook lidera a empresa de Cupertino desde 2009, ainda que cedesse a liderança a Jobs durante um breve período até que, em agosto de 2011, a pasta recaísse apenas sobre ele. O seu percurso é brilhante, mas terá ainda espaço para mais um grande lançamento.

Tim Cook continuará a liderar os desígnios da Apple até 2025

Tim Cook
Tim Cook, atual CEO da norte-americana Apple.

Gurman aponta ainda que em 2025 Tim Cook deverá arrecadar mais de 740 milhões de dólares, cerca de 635 milhões de euros, fruto da venda de um milhão de ações da Apple. Esta ação deverá marcar o fim da sua liderança, cenário meramente conjetural.

Ainda assim, o jornalista dedicado aos desígnios da Apple acredita que o atual CEO não abdicará tão cedo da sua posição. Com efeito, será pela mão de Cook que a Apple apresentará um próximo "produto revolucionário", o "one more thing" de Cook.

Ainda de acordo com esta fonte, o dito produto revolucionário pode consistir nos Apple Glass, os óculos de realidade aumentada de Cupertino. Em si, agregariam as capacidades de Realidade Virtual (RV) e Realidade Aumentada (RA), sendo uma evolução sobre os Google Glass, produto paradigmático nesta categoria de gadgets.

Esperamos por "one more thing" na Apple sob a liderança de Tim Cook

A tese avançada agora por Mark Gurman não é isenta de críticas, contudo. As vozes que se-lhe contrapõem rejeitam o "porquê" de uma mudança tão brusca de CEO, ainda que tal possa não acontecer até 2025, ou mesmo 2028.

De qualquer modo, estaremos perante o início do fim da era Cook, com o executivo a trabalhar também no seu legado. Em simultâneo, Cook certifica-se que a Apple continua a crescer, cimentando a sua posição e valor de mercado.

Ora, quem poderá ocupar a cadeira de Steve Jobs e atualmente de Tim Cook? Alguns dos nomes mais populares, sobretudo para quem assiste às keynotes e apresentações da maçã contam com Craig Federighi, executivo de alto nível na Apple.

Por outro lado, também há outros nomes sonantes como Deirdre O’Brien, ou Johny Srouji, Eddy Cue, bem como o atual COO, Jeff Williams. Note-se, contudo, que o atual COO tem sensivelmente a mesma idade de Cook pelo que poderá não ser a escolha ideal.

A Apple teve um total de 5 CEO's desde 1983

Steve Jobs

A par de Steve Jobs e Tim Cook a Apple teve três outros CEO's desde a sua génese. Entre estes contam-se nomes como John Sculley que acabaria historicamente por despedir Jobs, até que ele mesmo fora substituído por Michael Spindler e, posteriormente, por Gil Amelio.

Não obstante, seria Jobs quem transformaria a Apple que ajudara a criar com Wozniak vários anos antes. Foi esta "nova Apple", amplamente lucrativa e visionária que Jobs deixaria a Cook em agosto de 2011. Com efeito, Cook herdou uma empresa já em forte crescendo graças aos iPhone, MacBook, iPad, iMac e claro, o iPod.

Em síntese, contamos com mais um grande produto Apple a ser lançado na "Era Tim Cook". Entretanto, quem poderá ser o melhor sucessor do atual CEO?

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.