The Legend of Zelda
Esta é uma das sagas mais famosas da Nintendo

Para quem não conhece, The Legend of Zelda é uma série de videojogos criada em 1986 pela Nintendo. Desde cedo Link e companhia atraíram imensos fãs por todo o mundo, aliando esta saga um reino da fantasia com aventura e ação.

Este jogo centra-se num jovem herói, de nome Link, cuja missão passa por proteger um reino e uma relíquia deixada pelas Deusas criadoras do mundo Triforce. Na minha opinião, é um jogo muito interessante e que com tenra idade tive oportunidade de experimentar.

Vê também: Microsoft reforçará Android e iOS com as suas Apps

   

Segundo a imprensa internacional, a Nintendo está a trabalhar num jogo para smartphone, baseado num dos jogos com maior sucesso: The legend of Zelda. Zelda foi “salva” por todas as consolas da Nintendo, por exemplo, através do lançamento de Breath of the Wild e da nova consola Nintendo Switch, o que acaba por não surpreender a decisão de tornar este jogo disponível para telemóvel, após este atingir um enorme pico de popularidade.

Os últimos números referentes à prestação comercial destes produtos dizem-nos até que o jogo vendeu mais do que a própria consola. Em termos absolutos, este titulo vendeu mais de 75 milhões de cópias.

Não existem detalhes sobre como será a jogabilidade ou qual a data de lançamento, mas, de acordo com as informações disponíveis, é provável que esta nova versão mobile seja lançada até março de 2018. Também desconhecida é ainda a disponibilidade que este jogo terá. Sendo certamente pago (veja-se o exemplo do Super Mário Run), não há ainda qualquer informação quanto ao valor pelo qual será disponibilizado na App Store e Play Store.

Apesar da empresa nipónica ainda não o ter anunciado oficialmente, esta possibilidade vai de encontro às declarações de Tatsumi Kimishima do passado mês de abril, quando o CEO da Nintendo revelou que a marca lançaria entre dois a três jogos móveis por ano, por isso deverá surgir logo após o lançamento de Animal Crossing.

No início deste ano, a empresa revelou a sua intenção de marcar uma forte presença no mercados dos dispositivos móveis. Caso a gigante japonesa consiga desenvolver uma interpretação atraente do jogo para smartphones e ser, consequentemente, bem recebida com este novo titulo, o seu desejo será provavelmente cumprido.

Outros assuntos relevantes:

Fim de uma era: o formato MP3 está oficialmente morto!

COD: Black Ops 3 Zombies Chronicles novo DLC remonta a mapas memoráveis

NOS aumenta o plafond de internet sem custos para os consumidores