Tesla terá mais um concorrente! Alfa Romeo prepara-se para investir em carros elétricos!

Filipe Alves
2 comentários

A Alfa Romeo é uma fabricante que já não precisa de introdução. Agora, temos a informação que a marca prepara-se para atacar nos carros elétricos. Assim sendo, escusado será dizer que a Tesla será o "alvo a abater".

A Tesla até pode dominar o mercado de carros elétricos, o Model 3 é o principal culpado. Este foi o primeiro elétrico da marca a um preço mais apelativo e que acabou por dar à empresa de Elon Musk uma vantagem competitiva face à concorrência. Contudo, a Alfa Romeo ainda tem uma palavra a dizer.

Carro elétrico da Alfa Romeo chegará em 2022

Alfa Romeo Tesla Model 3
Alfa Romeo Tonale - plug-in híbrido

Infelizmente, ainda não será este ou no próximo ano que veremos um carro da Alfa Romeo totalmente elétrico. Ao que parece, a empresa prepara-se para nos dar um SUV já no próximo ano de 2022.

Os rumores falam que o automóvel não será tão pequeno nem compacto quanto o Tesla Model 3. Aliás, as informações indicam que o novo modelo elétrico da Alfa Romeo será do tamanho de um BMW X1.

Ainda que os carros elétricos não sejam propriamente baratos, espera-se que este modelo da Alfa Romeo possa vir a trazer um preço competitivo. Até porque entrar nos "topo de gama" não seria tão vantajoso.

Carros elétricos são o futuro da Alfa Romeo

Os carros da Alfa Romeo sempre foram automóveis que adorei no seu design. Porém, todos se queixavam do mesmo. É um carro que anda bem, bonito e potente, porém, bebe demasiado.

Até podem ser calúnias pouco justificadas, todavia, foram essas informações que sempre me afastaram dos carros da marca. Pois bem, com o futuro a ser elétrico esses problemas desaparecerão. Esperemos apenas que a marca consiga combater com a Tesla, Kia ou até Jaguar I-Pace.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.