Tesla tem projecto secreto que fará a diferença na condução totalmente autónoma

Carlos Oliveira
Comentar

A Tesla já referiu querer colocar no mercado uma tecnologia de condução totalmente autónoma até ao final do próximo ano. O caminho para lá chegar ainda está por explicar, mas parece que o misterioso projeto Dojo irá fazer a diferença.

Esta não é a primeira vez que se fala no projeto Dojo, mas os contornos em torno do impacto desta tecnologia ainda estão por esclarecer. Este projeto foi subtilmente referido no início deste ano, durante a convenção Autonomy Day da construtora norte-americana.

Tesla

Mas afinal em que consiste o projeto Dojo?

Por enquanto, sabe-se apenas que o Dojo é um computador que a Tesla está a desenvolver e que poderá fazer a diferença no alcançar da condução totalmente autónoma. No início do ano, Musk lamentou não ter mais tempo para falar sobre esta tecnologia, mas não sem deixar algumas pistas.

Segundo o CEO da Tesla, o Dojo irá basear-se em informação e vídeos de treino para alcançar a tão desejada condução sem supervisão. Ao que parece, este será capaz de processar vídeo independentemente, o que lhe dá uma enorme vantagem face a outras tecnologias semelhantes.

Grande parte dessa informação certamente será proveniente dos carros que a Tesla possui nas estradas. Estes veículos possuem sensores e câmaras que captam quase todos os seus movimentos e isso será um grande trunfo para todo o processo de aprendizagem do Dojo.

Ainda há muita coisa por saber no que respeita à condução totalmente autónoma. A tecnologia de piloto automática da Tesla dá-nos uma ideia daquilo que a empresa consegue fazer. Assim sendo, se há empresa que consegue desenvolver uma tecnologia que permite colocar um carro na estrada sem condutor humano é a Tesla.

Uma das aplicações desta tecnologia será a criação de uma frota de táxis totalmente autónomos. Elon Musk já afirmou querer colocar essa frota de carros nas estradas em 2020, provavelmente coincidindo com a disponibilização desta tecnologia de condução totalmente autónoma.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.