Tesla obrigada a recolher 135,000 carros devido a problemas no ecrã!

Abílio Rodrigues
Comentar

A Tesla vai ter de recolher cerca de 135 mil viaturas Model S e Model X devido a um problema sério com os ecrãs de informação e entretenimento. Segundo a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA) dos Estados Unidos o ecrã destes veículos tende a falhar quando esgota a sua capacidade de armazenamento.

A falha nos ecrãs dos Tesla pode potencialmente conduzir a vários problemas sérios de segurança, já que é nesse sistema que o utilizador acede a informações relevantes e controla várias funcionalidades do carro.

Tesla obrigada a recolher milhares de Model S e Model X

⚠️ Recall Alert2012-2018 Tesla Model S and 2016-2018 Model X vehicles with a center display equipped with a NVIDIA Tegra 3 processorRecalled for center display losing rearview camera imagehttps://t.co/feyK5RJZH9

— NHTSArecalls (@NHTSArecalls) 2 de fevereiro de 2021

Entre as principais preocupações levantadas pela NHTSA estão questões relacionadas com a impossibilidade de utilizar os piscas e sistema de descongelamento, algo que pode colocar a segurança dos ocupantes e de terceiros em causa.

É também através do ecrã de informação e entretenimento que o condutor acede à câmara traseira, e este problema com o chip de memória pode impedir a correta visualização daquilo que rodeia a viatura. Talvez mais séria seja a forma como esta falha pode afetar a funcionalidade Autopilot.

A National Highway Traffic Safety Administration explicou que a sua investigação à Tesla revela que o problema reside no chip Nvidia Tegra 3, mais concretamente nos seus cartões de memória 8GB eMMC flash.

Eventualmente este chip eMMC começa a desgastar-se e a única forma de reparar o problema é proceder à sua substituição.

Tesla discorda mas vai cumprir decisão

A Tesla não concorda que se trate de um defeito, mas mesmo assim vai cumprir a decisão da NHTSA e recolher os Model S fabricados entre 2012 e 2018, assim como os Model X fabricados entre 2016 e 2018.

Elon Musk disse publicamente que é economicamente e tecnologicamente impossível esperar que um chip desta natureza dure o tempo de vida de um dos veículos da sua marca.

A recolha vai ter início já no próximo dia 30 de março, com a companhia de Elon Musk a oferecer reparação gratuita a todos os afetados.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.