Tesla Model X: Autopilot é perigosamente enganado por um pedaço de fita adesiva! (vídeo)

Vitor Urbano
7 comentários

Os carros da Tesla continuam a realizar avanços impressionantes no nível de tecnologia que trazem para os seus utilizadores, especialmente no que respeita às suas funcionalidades de condução autónoma, conhecido como AutoPilot. No entanto, ao contrário do que Elon Musk quer muitas vezes fazer acreditar, a tecnologia está ainda muito longe de ser aceitável para uma condução realmente segura.

Num mundo perfeito, não é difícil acreditar que o AutoPilot pudesse ser utilizado quase sem um "pingo de receito". Mas, existem ainda diversos detalhes que permitem que esta funcionalidade seja facilmente enganada, deixando os condutores em risco. Uma nova "fragilidade" foi descoberta pela equipa da McAfee, que enganou o AutoPilot com um pedaço de fita adesiva.

Tesla Model X falha no reconhecimento de sinal e acelera para o dobro da velocidade permitida!

No teste realizado, a equipa de investigadores da McAfee recorreu a um simples pedaço de fita adesiva para alongar a extremidade central do número três no sinal de 35 milhas por hora.

Para surpresa de muitos, o Tesla acabou por reconhecer o sinal como se indicasse um limite de 85 milhas por hora, acelerando automaticamente através do seu cruise control.

É importante salientar que o sinal não foi totalmente alterado, acabando por não formar o número oito. Através do vídeo, é fácil perceber que qualquer condutor iria continuar a reconhecer o sinal com o número 35, o que não aconteceu com o AutoPilot da Tesla.

Como sabemos, são muitos os sinais de trânsito que são vandalizados, não sendo impossível imaginar que poderia tornar-se uma tendência muito perigosa ver esta "experiência" replicada. Imaginando esta situação numa estrada movimentada, bastava o condutor demorar um pouco mais de tempo para se aperceber da falha no sistema, e um perigoso acidente poderia ocorrer.

Tesla Model X autopilot

Falha foi confirmada também no Tesla Model S

De forma a excluir a possibilidade de esta ser uma falha do modelo utilizado em primeira instância, a equipa replicou o teste utilizando também um Tesla Model S, onde foram observados exatamente os mesmos resultados. Assim sendo, é seguro afirmar que não se trata de uma falha única do Model X, mas sim do AutoPilot que está implementado em todos os carros elétricos da Tesla.

Esta não é a primeira vez que testes revelam que o AutoPilot pode ser enganado de forma relativamente simples. Recentemente vimos também que o sistema de condução autónoma pode ser facilmente enganado através da utilização de "simples" projeções na estrada.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.