Tesla Cybertruck ainda não chegou ao mercado e já rendeu milhões de euros! Entende

Vitor Urbano
1 comentário

A Tesla Cybertruck foi muito provavelmente a mais mediática apresentação de sempre da empresa de Elon Musk, impressionando não só pelas suas capacidades, mas especialmente pelo seu design extremamente arrojado. Ainda que a sua chegada ao mercado seja apenas esperada para 2021, a Tesla abriu as reservas logo no dia da sua apresentação.

É verdade que não se espera uma taxa de conversão muito grande, visto que para reservar uma Tesla Cybertruck os utilizadores precisam apenas de pagar 100 dólares. No entanto, novas informações publicadas pela Wedbush Securities revelam que já ultrapassaram a marca das 650,000 reservas. Assim sendo, ainda que temporariamente, a Cybertruck já rendeu mais de 57 milhões de euros aos cofres da Tesla.

Tesla Cybertruck

Tesla Cybertruck poderá tornar-se muito mais popular (e rentável) do que se esperava!

Ainda que a taxa de conversão de "reservas para compras" possa ser consideravelmente baixa, os números apontam para um sucesso bem acima do esperado para a primeira carrinha pickup da Tesla. Tal como salienta o site Electrek, mesmo que a conversão se fique pelos 20%, irá significar um total de 130,000 vendas e 8 mil milhões de dólares em receitas.

No entanto, nem tudo é um mar de rosas para a Tesla e o seu maior desafio ainda está por chegar. A fabricante vai precisar de gerir os seus recursos de forma sublime para conseguir responder de forma positiva à procura pela Cybertruck. Além das dificuldades trazidas pelo seu design único, terão de conseguir aumentar consideravelmente a produção de baterias.

É possível que a Tesla acabe por demorar pelo menos 1 ou 2 anos até conseguir chegar ao nível de produção desejado. Acreditasse que a fabricante tem como objetivo conseguir produzir cerca de 500,000 Cybertrucks por ano. No entanto, para que isso seja possível, terão de conseguir expandir o seu número de Giga Factories.

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.