Tesla com autonomia para 640 km chegará em breve, afirma Elon Musk

Vitor Urbano
3 comentários

Durante a reunião anual de acionistas da Tesla, Elon Musk voltou a fazer revelações muito interessantes. O CEO afirmou que muito em breve, serão capazes de fabricar um carro elétrico com uma autonomia superior a 640 quilómetros em apenas uma carga. No entanto, não deu nenhum tipo de previsão para quando isso poderá acontecer.

Esta é uma promessa ambiciosa, que parece estar bem ao alcance da mais popular fabricante de carros elétricos. A revelação de Musk foi feita enquanto apresentava os resultados de comparação da autonomia dos vários modelos da Tesla, com a sua concorrência.

Tesla Autonomia
Comparativo da autonomia entre os carros Tesla e principais rivais

De forma surpreendente, o Tesla Model S, lançado em 2012, continua a oferecer mais autonomia do que qualquer carro atual das fabricantes rivais. Assim como revelado na sua apresentação, apresentava há 7 anos uma autonomia superior a 425 km com apenas um carregamento.

Por sua vez, carros mais recentes como o Hyundai Kona, Nissan Leaf e Audi E-Tron, continuam a não conseguir equiparar-se ao modelo de 2012 da Tesla.

Será que precisamos de um carro elétrico com autonomia de 640 km?

É verdade que ainda nos dias de hoje, uma das principais desculpas para não se realizar o investimento num carro elétrico é a sua 'fraca autonomia'. Não são raros os casos em que existem pessoas a afirmar que 300/400 km de autonomia é um deal breaker no que respeita à compra de um carro elétrico.

De acordo com um estudo publicado em janeiro de 2018 pelo ACP (Automóvel Club de Portugal), os condutores portugueses percorrem uma média de 9 mil quilómetros por ano. Esta média corresponde a sensivelmente 190 km por semana, um valor inferior à capacidade de autonomia da vasta maioria dos carros elétricos da atualidade.

Assim sendo, em teoria, caso investisses num Tesla Model 3 (autonomia para 354 km), não precisarias de te preocupar com carregamentos durante uma semana inteira.

Por isso, ainda que seja certamente um dos pontos onde os avanços tecnológicos se acabaram por refletir, esta não é uma necessidade real dos utilizadores.

Viagens de longa distância continua a ser um problema

Por outro lado, existe ainda um problema bastante real que poderá causar um real impacto na experiência de utilização de um carro elétrico, a disponibilidade de postos de carregamento.

Já percebemos que a autonomia de um Tesla é mais que suficiente para aguentar uma semana inteira sem precisares de te preocupar com carregamentos.

No entanto, quando queres planear viagens de longa distância em Portugal, esse poderá ser um desafio que (ainda) não podes ignorar. Por exemplo, vais conseguir fazer uma viagem Lisboa-Porto (310 km) sem te preocupares com carregamento, mas uma viagem Porto-Faro (555 km) já irá ser um maior desafio. Ainda assim, mesmo num tradicional carro a gasóleo/gasolina, é habitual que se faça abastecimentos durante este tipo de viagem.

Assim como foi referido pelo Pedro Henriques na sua experiência com um Tesla Model X, o planeamento de viagens/pontos de carregamento em Portugal pode ser uma verdadeira dor de cabeça.

Por isso, parece claro que o grande investimento deverá ser feito no desenvolvimento das tecnologias dos postos de carregamento, assim como aumentar a sua disponibilidade em todo o país.

Editores 4gnews recomendam:

3 comentários
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.