Tesla - 2018 foi um ano para recordar, tal como Elon Musk afirmou

Pedro Henrique

Tesla Elon MuskA Tesla dispensa qualquer tipo de apresentação. O ano de 2018 foi algo controverso para a gigante norte-americana, mas não foi por isso que não terminou de uma boa forma.

De facto, ainda que não tenha alcançado, a 100%, os objetivos a que se propôs, a Tesla conseguiu ficar muito próxima de os cruzar. O total das suas vendas, face ao ano de 2017, cresceu cerca de 138%.

Vê ainda:Huawei implacável com responsáveis pelo acidente “Twitter for iPhone”

Tudo isto devido, em grande medida, ao Model 3. Todos o esperavam. Afinal, é o mais económico dos veículos vendidos pela empresa, responsável pelo bom desempenho otimista no último trimestre.

Aliás, em 2018, do total de modelos vendidos, houve cerca de três vezes mais vendas do Tesla Model 3 do que de cada um dos restantes modelos, S e X. De acordo com os analistas, já se espera que as vendas do Model 3 ultrapassem o meio milhão de unidades em 2019.

Tesla teve o ano que Elon Musk expectava?!

E claro, vale lembrar que só no ano que se iniciou agora é que empresa comandada por Elon Musk entrará em força nos mercados europeu e chinês. Sem dúvida que são notícias muito positivas e, para muitos, contraditórias face ao esperado.

Contudo, Elon tinha dito que tal aconteceria até final de 2018, e falta apenas que sejam divulgados os dados do último trimestre para percebermos se estaria correto ou não.

Por último, os modelos registaram reduções nos seus preços já em 2019. Isto claro, nos Estados Unidos da América através de apoios fiscais. Por um lado, esses aconteceram porque a Tesla é norte-americana e, por outro, devido à questão ambiental.

Assim, 2019 tem tudo para ser um excelente ano para a empresa que não deverá parar de crescer tão cedo. Fica, por isso, atento(a) às notícias aqui, em 4gnews.pt, para que não percas nenhum detalhe acerca deste e de outros temas falados em português.

Editores 4gnews recomendam:

Xbox One: Nova geração de comandos terá funcionalidades inteligentes

China responde à detenção da “herdeira da Huawei”

Estatísticas da Google Play revelam dados interessantes de 2018

Fonte

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.