Tem atenção a este logo quando comprares um novo cabo USB

Rui Bacelar
Comentar

Os cabos USB são uma acessório comum e necessário para carregar e / ou transferir dados entre os mais variados dispositivos móveis e o nosso computador, por exemplo. A pensar nisso, o grupo USB-IF divulgou novos logótipos para ajudar os consumidores na hora da compra. Assim, será mais fácil saber se estamos a comprar um cabo de alta capacidade de carga ou um cabo mais banal.

Com efeito, será mais fácil saber a capacidade máxima de carga dos cabos, particularmente em USB do Tipo C, atualmente os mais comuns na indústria e mercado mobile. É um esforço meritório que visa simplificar o processo de escolha de um novo produto.

Há novos logos para clarificar a capacidade de carga nos cabos USB

CABO USB
Os cabos USB estão disponíveis nos mais variados tamanhos e formatos.

O cabo USB-C pode tornar-se na ligação ou ficha universal imposta na União Europeia. Aliás, essa aparenta ser a tendência comunitária que visa a adoção de uma só porta e de um conector comum para todos os dispositivos móveis vendidos na Europa.

Como tal, o estabelecimento de regras e guias que auxiliem os consumidores é nada menos que positiva. Ao ser o conector universal, há ainda muita confusão no respeitante à capacidade máxima de carregamento que um determinado cabo USB-C suporta.

Entretanto, as fabricantes de smartphones e outros dispositivos móveis estreiam novos padrões de carga rápida. Ora, nem todos os cabos suportam um mesmo teto máximo de potência para carregar um smartphone ou tablet. Algo que pode passar despercebido.

Estes são os novos logos a figurar nos cabos USB

USB C
Os novos logos indicarão a capacidade máxima de um determinado cabo USB.

Assim sendo, passaremos a ter cabos de alta velocidade e cabos de baixa velocidade. Note-se que isto aplica-se tanto à transferência de dados - indicada em GB/s - como à potência máxima de carregamento - indicada em watts (W).

Desse modo, os cabos certificados apresentarão os logótipos que podemos ver acima. Facilmente reconhecíveis e interpretáveis, o consumidor poderá assim formar uma decisão informada na hora da compra e saber se determinado produto satisfará as suas necessidades.

Foi precisamente esta a intenção que levou a USB-IF (USB Implementers Forum) a criar estas "regras visuais" para saber se cada cabo fará a tarefa pretendida. Sabermos assim se um determinado produto poderá, por exemplo, carregar o telefone até 240 W de potência, ou transferir dos dados com a maior velocidade.

Por fim, esperemos que esta simbologia e imagética não venha confundir os consumidores, mesmo que o seu intuito e utilidade sejam inquestionáveis.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.