Telegram: gratuitidade em risco para esta alternativa ao WhatsApp?

Rui Bacelar
Comentar

O serviço de comunicações e mensagens instantâneas Telegram é uma das melhores alternativas à plataforma dominante, o WhatsApp. No entanto, já sabíamos que os planos de subscrição eram uma inevitabilidade e esta nova ação da empresa prova que o próprio Telegram não será gratuito para sempre, pelo menos não da forma a que estamos habituados.

Tal como demos a conhecer no início do mês, a empresa Telegram introduziu um plano Premium com vantagens e recursos exclusivos para os utilizadores mais intensivos da app. Agora, contudo, a plataforma remove todas as referências públicas à "gratuitidade" eterna do seu serviço numa alteração manifestamente previsível.

Telegram grátis para sempre? Não, já não é publicitado como tal

Telegram
As alterações efetuadas são discretas, mas tornam claro o rumo da empresa.

Até ao momento sempre que faziam o download e instalação desta app de mensagens eram recebidos com uma mensagem bastante otimista. A saber: "O Telegram é gratuito para sempre. Sem publicidade. Sem planos de subscrição. No entanto, isto mudará em breve e a empresa já prepara o caminho para tal.

Com efeito, após termos noticiado a estreia do Telegram Premium, a versão paga da app de mensagens, é extremamente provável que a versão gratuita passe a exibir algum tipo de publicidade. Todavia, as suas funções devem permanecer inalteradas, com tudo os serviços a que temos direito atualmente.

Estas alterações foram primeiramente notadas pelo programador Alessandro Paluzzi que, através da rede social Twitter, deu a conhecer as subtis mudanças. É, portanto, mais um passo rumo à apresentação da versão paga, o Telegram Premium para Android e iOS, estando já em circulação uma versão beta para iPhone.

Telegram Premium será o novo rival do WhatsApp

Small changes in #Telegram 👀ℹ️ This screenshot is based on the new strings available on https://t.co/jIjnX8t5NQ https://t.co/xMNuySSIO6 pic.twitter.com/IwaaA3AQoY

— Alessandro Paluzzi (@alex193a) 27 de maio de 2022

O programador acredita que a plataforma esteja a preparar mudanças consideráveis num futuro próximo. Entretanto, a subtil mudança no conteúdo publicitário da app de mensagens deixa de referir a gratuitidade eterna para se focar na oferta de espaço ilimitado de armazenamento online para os utilizadores.

Atualmente não existem informações sobre os possíveis planos de preços da versão Premium, mas já conhecemos algumas das mais valias exclusivas dos assinantes. Para tal, podem ler a reportagem anterior, com base na versão beta para iOS deste serviço.

Reminding you that cloud storage on Telegram is unlimited, and free forever ✌️ pic.twitter.com/jpS5xx3cUU

— Telegram Messenger (@telegram) 27 de maio de 2022

Infelizmente não sabemos quando é que a versão Premium deste rival do WhatsApp será formalmente apresentada. Atualmente, a versão para Android desta app de mensagens é a 8.74, sem referências a planos de preços e modalidades de subscrição.

Acreditamos, contudo, que esta seja uma das formas que a plataforma de mensagens e comunicações encontrou para reforçar a monetização e garantir a rentabilidade da empresa. Aliás, este quesito, o do financiamento, tem levantado sérias questões quanto à rentabilidade de todo o serviço prestado já há vários anos.

Em suma, a resposta para garantir a rentabilidade financeira do Telegram parece assentar num plano Premium, algo similar ao Twitter Blue, com recursos exclusivos para os assinantes. A extensão destes "extras" não é, de momento, conhecida.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com