Telegram ataca Zoom, Google Duo e WhatsApp e promete vídeo-chamadas seguras em breve!

Vitor Urbano
Comentar

Ao longo das últimas semanas/meses, o volume de utilizadores obrigados a recorrer às mais variadas aplicações de vídeo-chamada aumentou exponencialmente. Aplicações como o WhatsApp, Zoom e Google Duo, viram o número de utilizadores ativos a subir para níveis nunca antes vistos.

Agora, foi a vez do Telegram se juntar a esta batalha, acusando os seus rivais de não conseguirem garantir a segurança dos seus utilizadores. Através de uma publicação no seu blog oficial, afirmaram que "as vídeo-chamadas em 2020 são como as mensagens em 2013". Basicamente, dizem não ter dúvidas que existem aplicações que conseguem ser seguras ou acessíveis, mas não ambas.

Obviamente, depois de lançar estas pesadas acusações, a equipa do Telegram afirma que tem como objetivo conseguir corrigir essa lacuna.

Telegram

Telegram é uma das aplicações de mensagens mais seguras da atualidade

Ainda que possa não ser a aplicação de mensagens mais utilizada na Europa, a sua grande popularidade é inquestionável. Além disso, o seu historial no que respeita à segurança é invejável. Desde sempre que o Telegram desenvolve funcionalidades e melhora as suas estruturas de forma a garantir a segurança dos seus utilizadores e das suas mensagens.

Por exemplo, durante os protestos em Hong Kong, a empresa aumentou o nível de proteção na aplicação de forma a conseguir proteger de forma eficaz a identidade dos seus utilizadores.

Não há dúvida que tem uma base de utilizadores ativos bastante mais reduzida que os seus rivais, contando agora com 400 milhões de utilizadores por mês, registando um aumento de 100 milhões durante o último ano. No entanto, quando comparado ao grande crescimento apresentado pelo Zoom (passaram de 10 milhões para 300 milhões por dia, em poucas semanas), a sua quota de mercado continua a ser bastante reduzida.

Vídeo-chamadas no Telegram poderão ser seguras, mas será difícil bater os seus rivais

Para já, o Telegram não foi muito além da promessa de trazer para a sua aplicação o suporte para vídeo-chamadas de grupo seguras. Não foram reveladas nenhumas informações adicionais sobre como irá desenvolver esta nova funcionalidade, ou até mesmo quando será lançada. A equipa de programadores apenas confirmou que "chegará este ano".

No entanto, mesmo que consigam garantir a segurança de todos os participantes, parece improvável que a nova adição consiga "desviar" os utilizadores de grandes serviços como Google Duo, WhatsApp e Zoom. Estas são aplicações que contam com muitos milhões de utilizadores diárias, e que já fazem parte das suas rotinas.

Por isso, para que possam pensar em conseguir tornar-se a próxima aplicação de destaque no mundo das vídeo-chamadas, o Telegram vai precisar de conseguir apresentar uma funcionalidade única, que conquiste os utilizadores em "menos de nada".

Editores 4gnews recomendam:

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.