Teclast P70 - O tablet de 60€ perfeito para pequenas tarefas

Filipe Alves

Teclast P70 - O tablet de 60€ perfeito para pequenas tarefasNem todos precisamos de gastar 1000€ num iPad Pro. O Teclast P70 é um tablet de 7" polegadas com especificações baixas que servirá apenas para aqueles que querem um tablet para pequenas coisas.

Eu sou uma das pessoas que tem um tablet para pequenas coisas. No meu caso o Xiaomi Mi Pad 3 é o tablet que me ajuda a ver um jogo de futebol aqui e ali e me serve para Kindle quando quero apreciar um "bom livro" antes de me deitar.

Vê ainda: Huawei Mate 10 Pro – nova imagem atesta design irreverente do smartphone

O Teclast P70 conta com um ecrã de 7" polegadas IPS com resolução 1024 x 600p, processador MediaTek MT8735 a correr a 1.0Ghz, 1GB de memória RAM e 8GB de memória interna com possibilidade de expansão via MicroSD com mais 32GB.

Sabe mais sobre os envios e aqui

O tablet dá ainda para inserir um cartão SIM, sinceramente não vejo grande vantagem em tal, contudo, sou um caso especifico e prefiro deixar os meus cartões SIM nos smartphones e fazer HotSpot.

Como podes ver este Teclast P70 está longe de se igualar a um tablet de renome, porém, nem sempre precisamos de gastar um balúrdio em produtos que não serão muito utilizados. O tablet é perfeito para meter dois ou três jogos e deixar no carro para entreter o pequeno que simplesmente não se cala no restaurante.

Sabe mais sobre os envios e aqui

A bateria de 2600 mAh não durará para sempre, mas acredito que tenhas uma autonomia para uma boas horas de jogo.

Acima de tudo tem noção que o Teclast P70 tem o valor de 60€ e por esse preço não podes esperar milagres, mesmo assim, não deixa de ser uma boa aquisição para pequenas tarefas.

Outros assuntos relevantes:

Bandai relança Tamagotchi para festejar vigésimo aniversário

Honor Note 9? Huawei Honor marca evento para dia 5 de dezembro

Samsung Galaxy A5 (2018) – Mais imagens referem o design diferente

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.