Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

SPC Discovery Pro review: mais acessível do que parece

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Tempo de leitura: 9 min.
★★★★☆4Bom

Smartphone com um bom design, que parece ser mais caro do que realmente é, à primeira vista. A interface com Android puro vai seguramente convencer aqueles que procuram algo simples e sem ‘tralha’ pré-instalada. A bateria, com capacidade para chegar aos dois dias de utilização, é excelente.

Prós
  • Design de boa qualidade para o preço
  • Experiência de Android puro sem ‘tralha’ instalada
  • Entrada de jack 3,5 mm e altifalantes estéreo
  • NFC para pagamentos
  • Autonomia pode chegar facilmente aos 2 dias de uso
Contras
  • Não traz carregador na caixa
  • Ecrã é de apenas 60 Hz
  • Câmaras dão apenas para o básico

Para quem procura um smartphone acessível, até 180 €, existem algumas alternativas às marcas mais conhecidas. A proposta da SPC, com o Discovery Pro, é fornecer um aparelho o mais completo possível por um preço justo. Mas com que benesses para o utilizador?

Recentemente testámos o SPC Discovery e chegou agora a vez de partilharmos a nossa opinião sobre o seu ‘irmão’ Pro. Se o modelo base começa nos 129 € em Portugal, esta versão Pro salta para os 179 € (embora o encontres mais barato na Amazon). Será que as promessas da SPC resultam num dispositivo verdadeiramente atrativo pelo preço? Vem daí descobrir.

SPC Discovery Pro

Especificações técnicas do SPC Discovery Pro

  • Processador: Unisoc T616
  • Armazenamento: 128 GB
  • Memória Expansível: Por microSD até 128 GB
  • RAM: 6 GB
  • Ecrã: 6,8 polegadas, IPS LTPS InCell, 2460x1080p (Full HD+)
  • Câmaras traseiras: 50 MP (principal) + 5 MP (ultrawide) + 2 MP (macro)
  • Câmara frontal: 8 MP
  • Bateria: 5000 mAh, carregamento de 18 W
  • Sistema operativo: Android 13
  • Conetividade: Bluetooth 5.0, NFC, Rádio FM, USB-C, Dual SIM
  • Áudio: altifalante único, entrada de jack 3,5 mm
  • Biometria: desbloqueio facial e por impressão digital
  • Peso e medidas: 213g; 168,9 mm x 76,3 mm x 9,1 mm
  • Cores: Deep Sky (128 GB) e Dark Matter (64 GB)
  • Na caixa: Smartphone, Cabo USB-A para USB-C, manual de utilizador

Unboxing ao SPC Discovery Pro

A experiência de unboxing é simples e sem complicações, à semelhança do ‘irmão’ que testamos anteriormente. Mal abrimos a caixa encontramos o smartphone e no interior apenas o essencial para o começarmos a usar. Vem um cabo USB-A para USB, o manual de utilizador e a ferramenta para colocar o cartão SIM. Para carregamento, terás de utilizar um carregador que já possuas ou então comprar um à parte.

SPC Discovery Pro

Design e construção do SPC Discovery Pro

Tal como no modelo base, o design do SPC Discovery é um dos seus pontos fortes. A marca aposta numa construção sólida, com traseira, moldura e ecrã planos. O painel dispõe de um queixo mais pronunciado, mas no topo a câmara frontal está num pequeno punch-hole, que o faz parecer mais caro do que realmente é.

O mesmo se aplica à traseira do equipamento, onde figuram três câmaras ligeiramente pronunciadas. A moldura tem um acabamento mais brilhante que lhe dá um toque diferente, e não perecível a dedadas.

A construção é maioritariamente em plástico, como se espera nesta faixa de preço. Mas o acabamento fosco da traseira acaba por disfarçar bem esse facto. No campo do design e construção, o ponto a melhorar é o facto de o ecrã ser relativamente mais alto face à moldura. Mas não é algo que afete minimamente a sua utilização.

SPC Discovery Pro

Ecrã do SPC Discovery Pro

No ecrã há um salto qualitativo face ao modelo base. Passamos de um painel IPS de 6,5 polegadas para um painel de 6,8 polegadas que vai agradar a quem gosta de ecrãs maiores. E se no modelo base temos um painel com resolução HD+, aqui a marca brinda os utilizadores com um painel Full HD+.

Isto significa que temos melhor legibilidade no geral, que se procura num dispositivo com um painel maior. É um dispositivo muito mais interessante para ver uma série, navegar nas redes sociais, ler ou até jogar aqueles jogos para ‘matar’ o tempo.

Por ser um painel de 60 Hz, vai notar-se menor fluidez em transições ou na navegação geral. Para quem já usou dispositivos com taxa de atualização superior, sabe do que falo. Seria interessante ter visto a SPC a apostar, neste modelo, pelo menos numa taxa de atualização de 90 Hz, de forma a colocar-se mais a par com a concorrência.

SPC Discovery Pro

Se nunca usaste dispositivos com taxa de atualização superior, talvez não vás notar a diferença E isso também se pode refletir de maneira positiva na autonomia (que é excelente, aviso já). Uma vez que a taxa de atualização superior num painel IPS traria seguramente mais gastos neste campo.

Quanto ao brilho, surpreende pela positiva. Principalmente na rua e com luz a incidir em força, é um equipamento bastante usável. As margens são adequadas para esta faixa de preço, e o queixo não afeta minimamente a experiência positiva com o dispositivo.

Áudio do SPC Discovery Pro

A SPC guardou algumas benesses para este dispositivo face ao modelo base. E uma delas foi seguramente no áudio. É que este modelo já conta com altifalantes estéreo (um em cima e outro em baixo). E posso dizer-te que para a faixa de preço são bastante competentes.

SPC Discovery Pro

A coluna na parte superior não é tão grande como a inferior, mas essa diferença é praticamente impercetível a ver um vídeo ou a jogar. Desta forma, o dispositivo torna-se muito mais interessante para quem consome multimédia no smartphone.

E sim, tal como no modelo base temos entrada para jack 3,5 mm. Isto significa que além do Bluetooth 5.0 para ligares os teus auriculares sem fios, podes ligar aqui os teus auriculares com fios se assim desejares.

Desempenho do SPC Discovery Pro

O processador Unisoc T616 presente neste Discovery Pro é bem mais recente que o T610 do modelo base. Isso promete trazer ao dispositivo não só maior longevidade, como lhe traz também maior desempenho.

SPC Discovery Pro

Particularmente para jogos, este é um processador com uma frequência gráfica 22% superior, e uma velocidade de clock 10% mais alta. Por exemplo, no AnTuTu tem uma pontuação média de 270 mil pontos, contra 249 mil pontos do T610 presente no modelo base.

Na prática, não podes esperar um portento do desempenho, mas sim um smartphone que cumpra. Vai cumprir as necessidades básicas de qualquer utilizador, como fazer chamadas, enviar mensagens, navegar nas redes sociais, fazer uma pesquisa no Chrome ou ver uns vídeos no YouTube.

É um processador que mostra ao que vem. Se fores jogar títulos menos exigentes no terminal não terás quaisquer problemas em atirar-te para um Candy Crush, Subway Surfers ou Pokémon GO. Mas não esperes que este seja o terminal onde vais jogar Genshin Impact com todos os gráficos a ‘bombar’. Se tivéssemos pelo menos 90 Hz de taxa de atualização, certamente que ‘cantaria’ de outra forma.

SPC Discovery Pro

Interface do SPC Discovery Pro

No campo do software, a SPC preferiu não inventar e fez muito bem. O Discovery Pro chega às mãos dos utilizadores com Android totalmente puro e só traz instaladas as aplicações estritamente necessárias. Dessa forma, não terás alguma da tralha habitual em fabricantes Android para desinstalar.

O aparelho chega aos utilizadores com Android 13 de fábrica, embora à data de escrita desta análise não exista previsão ou datas de atualizações para versões mais recentes. A boa notícia é que na configuração inicial recebi imediatamente uma atualização de segurança com o patch de setembro.

SPC Discovery Pro

Câmara do SPC Discovery Pro

Nesta faixa de preço os utilizadores já procuram alguma qualidade nas câmaras de um dispositivo. E se o SPC Discovery dava apenas para o básico, nota-se que neste Pro a marca procura fornecer algo mais aos utilizadores. Para começar, temos uma câmara principal de 50 MP que fornece imagens com maior resolução ao usarmos esse modo.

SPC Discovery Pro

Ao lado dessa câmara principal encontramos uma ultrawide de 5 MP e macro de 2 MP. Existe uma tendência geral do smartphone para fazer alguma sobrexposição com a câmara traseira. Algo que poderá não agradar a alguns utilizadores. Além disso, as fotografias carecem de algum detalhe no geral.

SPC Discovery Pro

Para fotografias básicas e uns vídeos ocasionais, não terás quaisquer problemas com o Discovery Pro. Este cumpre bem o seu papel, principalmente com boas condições de luz. Embora sofra um pouco mais quando se apagam as luzes.

Selfie com a câmara traseira do SPC Discovery Pro
Selfie com a câmara traseira do SPC Discovery Pro

A câmara frontal não te vai deixar mal numa videochamada ou naquela selfie clássica. Mas as imagens tendem a ter demasiado efeito de embelezamento do sujeito. Tanto nesta câmara frontal como nas traseiras, deves ter em conta que o dispositivo entrega aquilo que pagas por ele. Se queres uma máquina fotográfica no bolso terás de desembolsar mais alguns euros.

Selfie com a câmara traseira do SPC Discovery Pro
Selfie com a câmara frontal do SPC Discovery Pro

Bateria do SPC Discovery Pro

Mais uma vez, a SPC brilha com a autonomia deste aparelho. Na apresentação, a marca prometeu um terminal com autonomia para dois dias de uso. E é isto que o aparelho entrega a utilizadores básicos e médios.

Mesmo num uso mais intensivo, não terás problemas em chegar a um dia e meio de utilização. A marca aposta em carregamento de 18 W, feito através da porta USB-C. Tal como o irmão mais barato, o ponto menos positivo é que não encontramos carregador na caixa.

SPC Discovery Pro

Conclusão sobre o SPC Discovery Pro

O SPC Discovery Pro chegou a Portugal com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento por 179 € no site oficial da SPC. Mas é possível encontrá-lo por um valor ligeiramente mais apelativo na Amazon de Espanha.

À data de escrita desta análise, o aparelho encontra-se a 167,38 € (com um cupão de desconto de 7 € adicional com validade até 31 de outubro). Por este valor, é um smartphone com uma boa relação preço-qualidade. Esse mesmo preço pode variar no futuro, por isso consulta o link abaixo para teres acesso aos valores atualizados.

SPC Discovery Pro
  • Processador: Unisoc T616
  • Armazenamento: 128 GB expansíveis
  • RAM: 6 GB
  • Ecrã: 6,8 polegadas, IPS InCell, Full HD+
  • Câmaras traseiras: 50 MP (principal) + 5 MP (ultrawide) + 2 MP (macro)
  • Câmara frontal: 8 MP
  • Bateria: 5000 mAh
  • Sistema operativo: Android 13

É um smartphone com um bom design, que parece ser mais caro do que realmente é, à primeira vista. A aposta em altifalantes estéreo e entrada de jack 3,5 mm é bem-vinda neste modelo, e a interface com Android puro vai seguramente convencer aqueles que procuram algo simples e sem ‘tralha’ pré-instalada. A bateria, com capacidade para chegar aos dois dias de utilização, é excelente.

Mas é claro que nem tudo são rosas. Nota-se um maior investimento nas câmaras neste modelo, no entanto, não esperes que seja esta a câmara que vai substituir a tua máquina fotográfica. O ecrã, apesar de apresentar uma boa legibilidade e brilho, peca por ter apenas 60 Hz de taxa de atualização. O facto de não trazer carregador na caixa também pode ser um ponto importante para alguns utilizadores.

SPC Discovery Pro

Se tivermos em conta o desempenho satisfatório para a faixa de preço e os prós e contras mencionados acima, este é um smartphone que deves considerar se estás à procura de gastar entre 160 e 180 €. Com autonomia para quase dois dias, NFC para pagamentos e Android puro, o SPC Discovery Pro vai seguramente conquistar muitos utilizadores. Mas deves estar atento às outras opções nesta faixa de preço que possam fazer mais sentido para ti.

Design 4
Construção 3,5
Ecrã 3,5
Áudio 3,5
Desempenho 3
Interface 4,5
Câmara 2,5
Bateria 4,5
Qualidade-preço 4
Pontuação 3,66
Bruno Coelho
Bruno Coelho
Está na 4gnews desde 2017, onde dá asas à sua paixão por escrever sobre as novidades tecnológicas. Durante esse período já fez mais de 100 reviews e marcou presença em alguns dos grandes eventos tecnológicos, como a Mobile World Congress e IFA.