Home Android

Sony. Em cerca de 3 anos, os Sony Xperia poderão desaparecer

Deixará a Sony de fabricar smartphones?

Sony Xperia Kaz Hirai smartphones Android
Na imagem, Kenichiro Yoshida, novo CEO da empresa japonesa.

Qualquer leitor mais atento e consumidor atento às tendências de mercado já terá reparado, por esta altura, no rápido ciclo de substituição nos smartphones Android da Sony. Com efeito, os seus Sony Xperia, por norma, são substituídos de 6 em 6 meses. Estratégia que desgasta a empresa e dilui a confiança dos consumidores.

Escusado será dizer, por esta altura, que os smartphones da Sony, os seus Sony Xperia são irrelevantes em Portugal. Vejam-se os dados fornecidos, por exemplo, pela AppBrain que refletem aquilo que já temos vindo a afirmar há vários anos.

Vê ainda: Apple foi a número um em março com o terceiro lugar para a Xiaomi

Lançar um novo topo de gama Android de 6 em 6 meses é contra-produtivo para uma marca estabelecida como a Sony. É desgastante e provoca uma desvalorização dos produtos. Agora, vemos os sinais internos do desgaste que já começava a ser muito evidente do exterior.

Depois de aqui termos noticiado as afirmações do “histório” CEO, Kaz Hirai onde dava a entender que a Sony só estava presente no mercado de smartphones porque eventualmente surgiria a “próxima revolução” como o 5G. Algo que nos mostrou um gritante desinteresse no mercado mobile. Afirmações feitas a 21 de janeiro de 2018.

Os smartphones Sony Xperia não são uma prioridade para a Sony

Escusado será dizer que quando a própria marca não acredita no potencial deste segmento de produtos, os consumidores muito menos. Entretanto noticiamos aqui na 4gnews que a Sony tinha mudado de CEO. Aí veríamos Kenichiro Yoshida a assumir o cargo de CEO, passando Kaz Hirai para o painel de administração. Sucedeu a 2 de fevereiro de 2018. Yoshida assumiria funções em abril de 2018.

Sony Xperia Kazuo Hirai Smartphone Android
A tecnológica japonesa permanecerá no mercado mobile, para já. Na imagem temos o antigo CEO, Kaz Hirai ©REUTERS/Issei Kato

Agora, Yoshida partilhou o seu plano de ação para os próximos 3 anos da Sony. Aí, o futuro dos Sony Xperia é cada vez mais incerto com o novo CEO no leme. Daqui, a única ilação que podemos retirar é a inviabilidade da Sony desistir do mercado de dispositivos móveis (smartphones) voltados para o grande público.

Algo que já há anos tem vindo a ser sugerido e prontamente desmentido (2015). Algo que nos leva a crer que esta opção já está pelo menos a ser considerada no seio da empresa. Em vez disso, Kenichiro quer concentrar-se nas áreas que realmente trazem rentabilidade à Sony.

Kenichiro concentrar-se-á nas áreas rentáveis para a Sony

Na sua mensagem para a empresa, citada pela Bloomberg, Kenichiro reafirma o seu compromisso em concentrar-se nas áreas que dão lucro à empresa. Já por outro lado não foi feita qualquer menção ao departamento de smartphones Android. Os Sony Xperia.

A tecnológica japonesa vai concentrar-se mais no segmento e divisão dedicada aos jogos (gaming), serviços de entretenimento e subscrição de serviços. Em suma, áreas que se revelam cada vez mais rentáveis para a tecnológica japonesa.

Sony Xperia Kaz Hirai smartphones Android Sony Xperia XZ2 Premium
Este é o mais recente smartphone Android da fabricante japonesas.

Os sinais são claro. A empresa mudará a sua estratégia e os smartphone Sony Xperia serão relegados para um papel secundário. Eventualmente podem recuar para o seu país natal. Retraindo-se gradualmente dos mercados internacionais. Aqui sendo apenas uma especulação.

Concorrência da China ditará o “fim” dos Sony Xperia

Os smartphones Android conhecidos como Sony Xperia são bons regra geral. Ótimos até em certos quesitos. Todavia, não conseguem competir com os preços das fabricantes chinesas, desde uma Huawei, Xiaomi, entre outras.

Especialmente no segmento de gama média, os terminais Sony Xperia foram varridos pela quantidade de ofertas da Samsung, Huawei e agora com a Xiaomi. Se até agora a Europa era um bastião da Sony, com a entrada da Xiaomi e da Nokia, as suas últimas esperanças de sucesso esfumaram-se.

Canalys Android Apple Xiaomi Samsung Huawei Nokia 2
Estas são as 5 maiores fabricantes na Europa segundo os dados da agência Canalys.

A ascensão das fabricantes chinesas não deixou ninguém indiferente, muito menos a empresa que vê a sua magra quota de mercado a encolher. Neste momento a tecnológica japonesa aposta no mercado de topo com o Sony Xperia XZ2 (apresentado no MWC 2018), bem como o Sony Xperia XZ2 Premium.

A Sony tem um nome forte e uma presença fraca no mercado Android

O seu nome impõe respeito e os seus produtos denotam uma qualidade pouco comum. Todavia, em 2018, segundo as previsão da marca serão vendidos 10 milhões de equipamentos. Isto durante todo o ano. No período homólogo de 2017 foram vendidos 22.5 milhões de smartphones segundo os dados da fabricante japonesa, avançados pela Bloomberg.

Mais ainda, até a sua popular PlayStation 4 (PS4) teve uma diminuição das vendas nos últimos meses. No primeiro trimestre do ano as vendas caíram 18%, tornado-se claro o fim do ciclo de vida deste produtos. Aliás, já se fala na PlayStation 5.

Sony Xperia Kaz Hirai smartphones Android
Fonte dos dados: Sony; gráfico da Bloomberg.

Também a divisão dedicada à produção de semi-condutores e sensores fotográficos sofreu um revés. Note-se que a Sony é extremamente cobiçada pelos seus sensores, sendo sinónimo de qualidade ao longo de toda a indústria de dispositivos móveis. Aliás, os seus componentes são utilizados pela Apple e várias outras fabricantes.

Tecnológica japonesa utilizou, sempre, a plataforma Android

Este sector sofreu uma queda de 39% durante o atual ano fiscal. Ainda assim o prognóstico é positivo. Os lucros deste departamento ascendem aos milhares de milhões de dólares.

Já relativamente ao departamento de dispositivos móveis. Esta será sem dúvida uma perda para os consumidores. Contudo, já há vários anos que o mercado de dispositivos móveis se tem revelado adverso aos Xperia. Todos eles com a plataforma Android.

Aliás, temos sentido uma estagnação da marca. Algo que só agora em 2018 é que parece estar a mudar. Todavia, com a nova onda de expansão de fabricantes chinesas e o ressurgimento da Nokia. Tudo isto mostra-nos que o futuro dos Xperia está traçado e não é brilhante.

Deixo-vos com um vídeo extremamente informativo, cortesia do canal de YouTube ColdFusion. Mostrando-nos aqui a situação “pouco tranquila” (eufemismo) da fabricante japonesa.

ssuntos relevantes na 4gnews:

Apple foi a número um em março com o terceiro lugar para a Xiaomi

OnePlus 6 está a ser bem recebido nos 3 principais mercados mundiais

Xiaomi Redmi 6A é agora revelado em imagens na agência TENAA

Fonte | via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia