Sony poderá desistir do mercado dos smartphones caso 2016 não compense

Carlos Oliveira

Xperia-Z5-SOV32-au-by-KDDI_4-640x483

É do conhecimento geral que a Sony e a sua divisão de smartphones, a Sony Mobile, não tem enfrentado dias fáceis. Os últimos anos têm-se refletido em enormes prejuízos para a marca e este ano não parece ser diferente, já que a marca prevê já prejuízos na ordem dos 480 milhões de dólares.

Com estes números pouco animadores, o próprio CEO da Sony, Kazuo Hirai, afirma que poderá sair do mercado dos smartphones caso o ano de 2016 não seja lucrativo. Novas alternativas estão a ser estudadas e a saída deste segmento é efetivamente um dos cenários em cima da mesa.

A Sony não tem conseguido captar a atenção desejada por parte dos utilizadores e diga-se de passagem que a politica de lançamento de um novo flagship a cada 6 meses não ajuda muito. Olhando para o mercado, a marca japonesa detém apenas 1% do mercado Americano e mesmo no Japão este quota não vai além dos 17.5%. Não ilibando a própria marca de algumas culpas, um dos grandes causadores destes números, principalmente no seu próprio mercado, é a ascensão dos smartphones #chinaaopoder.

O novo Sony Xperia Z5 Premium trouxe algo que o mercado ainda não possuía, o ecrã de 4K. Mas até que ponto isto será suficiente para revitalizar a gama? É uma pena que uma marca como a Sony tenha de abdicar de um segmento do seu mercado, mas os números não enganam.

Talvez queiras ver:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.