Snapdragon 898 da Qualcomm trará litografia de 4 nm da Samsung em 2021

Rui Bacelar
Comentar

A Qualcomm revelou recentemente uma versão aprimorada do seu Snapdragon 888, o chipset Snapdragon 888+ (Plus) 5G com melhorias no motor de processamento de Inteligência Artificial (IA). Agora, está focada no Snapdragon 898 que deve adotar a litografia de 4 nm, processo da Samsung, com melhorias de até 20% no poder de processamento.

A criação da tecnológica norte-americana deve ser apresentada oficialmente em meados de dezembro, por via da regra durante o evento anual da Qualcomm. Sem surpresas, este será o "coração" usado pelas principais fabricantes mobile na próxima geração de smartphones Android topo de gama a chegar em 2022.

O próximo "coração" da Qualcomm chamar-se-á Snapdragon 898 ou 895

Qualcomm Snapdragon 898 chip

A nomenclatura não está definida. Após a apresentação do modelo Snapdragon 888 o esquema de nomes seria ligeiramente alterado, mas poderá retomar, adotando-se nesse caso o nome Snapdragon 985. Em caso contrário, teremos o Snapdragon 898.

Independentemente no nome o seu número de modelo já foi referido pelo popular leaker Digital Chat Station como SM8450. A mesma fonte aponta ainda que o novo processador equipará a maioria dos smartphones topo de gama do próximo ano. Algo que afigura natural para um processador topo de gama da fabricante norte-americana.

Mais ainda, estamos a escassos meses do habitual calendário de anúncios da Qualcomm. Por norma, a empresa escolhe o mês de dezembro para celebrar o evento anual de apresentação no paradisíaco estado norte-americano do Havai.

O próximo processador a 4 nm terá desempenho até 20% superior

SM8450 Qualcomm

A fonte sugere que este processador tirará partido do processo de fabrico a 4 nm, face ao padrão atual de 5 nm. Esta redução na distância entre os componentes do processador resultarão num menor consumo energético, bem como um aumento do desempenho.

Mais concretamente, é apontado um incremento de 20% no poder de processamento para o Snapdragon 898, o SoC de próxima geração, comparativamente com o SD888. Há, contudo, uma referência ao aquecimento do chip nas palavras do leaker.

Recorde-se que até ao momento as fugas de informação sugeriam uma nova arquitetura e organização para o processador. Mais concretamente, a adoção do sistema ARM v9 Pure 64-bit para todos os núcleos presentes neste futuro SoC.

A saber, contamos com uma arquitetura de três clusters ou grupos de núcleos de processamento. Terá um primeiro super-núcleo Cortex-X2, um segundo grande núcleo Cortex-A710, bem como um quarto núcleo, menor, Cortex-A510.

A Xiaomi pode ser a primeira a usar o Snapdragon 898

Em particular, o Cortex-X2 providenciará melhorias de 16% no seu desempenho face ao X1. No entanto, após a Qualcomm ter aperfeiçoado a conceção da ARM, o incremento de processamento chegará aos 20%.

Não obstante, temos que esperar pelas primeiras unidades produzidas em série para apurar o seu poderio real com os testes e benchmarks.

Ainda assim, caso a tradição se mantenha, será a Xiaomi uma das primeiras, senão mesmo a primeira fabricante a usar este chip da Qualcomm. A sua apresentação deve ocorrer em meados a final de dezembro no evento anual da Qualcomm.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.