Snapdragon 895 ficará aquém do processador A15 Bionic nos iPhone 13

Rui Bacelar
Comentar

O Snapdragon 895 sucederá ao atual Snapdragon 888 Plus então processador de topo no seio da Qualcomm. Espera-se que venha a ser apresentado em dezembro de 2021 como o mais poderoso SoC para a maioria dos smartphones Android de gama alta.

Todavia, de acordo com novas informações, tal chip ficará aquém do desempenho alcançado pelo processador Apple A15 Bionic, o SoC presente nos próximos iPhone 13. Abaixo também do chip da maçã deve ficar o Exynos 2200, a próxima aposta da Samsung.

O A15 Bionic será o "coração" dos Apple iPhone 13

Apple A15 Bionic
O chip em questão deve ser anunciado no próximo mês de setembro pela Apple.

Têm sido vários os relatos que apontam um grande incremento no desempenho proporcionado pelos próximos processadores Exynos da Samsung, nomeadamente o Exynos 2200 graças à colaboração com a AMD para melhor performance gráfica.

Estes mesmos relatos sugerem que o Exynos 2200 supere até o Apple A15 Bionic, ainda que de modo não significativo. Perante este novo status quo, a norte-americana Qualcomm, figura com mais história neste segmento, quererá manter-se relevante.

Para tal, o Snapdragon 895 (nome não confirmado) será instrumental. Até lá, contudo, a própria Qualcomm admitiu que tem um grande desafio pela frente perante algumas expectativas frustradas com o atual Snapdragon 888. Ainda que não tenha sido, nem de perto, um descalabro similar ao Snapdragon 808 lançado em 2014, a empresa já apresentou a versão Snapdragon 888 Plus.

A Qualcomm continua a debater-se com o sobreaquecimento dos Snapdragon 888

O principal flagelo da atual geração é o calor gerado durante a operação e não o desempenho em si. Ciente de tal imperfeição, a Qualcomm estará a reformular a sua arquitetura de processadores a tempo do próximo Snapdragon 895.

De acordo com os relatos teremos até quatro clusters de núcleos, grupos de processamento, sendo um desvio à regra até então implementada.

Isto poderá significar uma arquitetura assente num núcleo de alto desempenho Kryo 780, versão modificada do núcleo Cortex-X2, além de três núcleos Kryo 780 (de gama média) com uma configuração específica, bem como quatro núcleos Kryo 780 focados na eficiência energética. Este último conjunto pode, por sua vez, ser dividido em dois clusters.

O processador Apple deve apresentar o melhor desempenho

Qualcomm Snapdragon 895
O próximo processador topo de gama da Qualcomm pode ser apresentado em dezembro.

Segundo as mesmas fontes, o Snapdragon 895 não alcançará os mesmos valores do Apple A15 Bionic reservado para os iPhone 13, mas estará próximo do atual A14 Bionic. O relato cita fontes próximas de Geekbench e respetivas informações de testes efetuados na plataforma.

Segundo esta fonte, o protótipo do Snapdragon 895 terá obtido 4 000 pontos no teste multi-core e 1 250 pontos no teste single-core. No entanto, ao testar o núcleo de alta performance o chip da Qualcomm continuará aquém até do A14 Bionic que alcança pontuações de até 1 596 pontos no teste single-core.

Por outro lado, o relato aponta que o novo chip Qualcomm trará suporte para carregamento até 100 W e a gráfica Adreno 730. Esta GPU trará melhorias consideráveis face à atual geração, mas perderá para os próximos Exynos 2200 que contam com a perícia da AMD para cuidar do segmento gráfico.

Teremos, contudo, de esperar pela apresentação oficial destes três processadores. Só então saberemos exatamente o que cada um deles oferece e como terá a Qualcomm lidado com a tendência de sobreaquecimento nos seus atuais processadores de topo.

Por fim, contamos com a apresentação do Apple A15 Bionic em setembro próximo, junto dos iPhone 13. Em seguida espera-se a apresentação do chip Exynos 2200 da Samsung, possivelmente em outubro. O último será o Snapdragon 895, em dezembro no evento anual da Qualcomm.

Para o utilizador comum as diferenças entre os valores obtidos por cada um destes processadores pouco impacto terá na utilização diária. Contudo, a gestão energética e dissipação de calor são aspetos de ordem mais relevante ao afetarem não só a autonomia de e bateria, como também o conforto de utilização.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.