Snapdragon 888: os primeiros três smartphones com o novo SoC Qualcomm

Rui Bacelar
Comentar

O chipset Snapdragon 888 da Qualcomm foi formalmente apresentado a 1 de dezembro, no evento anual da Qualcomm onde ficamos a conhecer as melhorias do novo processador. Entretanto, foram várias as fabricantes a prometer novos smartphones com este SoC.

Cientes da voracidade dos consumidores, a Xiaomi, Realme - empresa satélite da OPPO - e Samsung serão as três primeiras fabricantes a utilizar a nova plataforma móvel em smartphones topo de gama. Sobre cada um já temos algumas informações.

A Xiaomi será a primeira fabricante a usar o Snapdragon 888 nos Mi 11

Are you excited for our latest flagship #Mi11 powered by the most powerful @Qualcomm chipset to date? Stay tuned! #InnovationForEveryone pic.twitter.com/MUFc251Dkw

— Xiaomi (@Xiaomi) 1 de dezembro de 2020

Tal como noticiado previamente, a Xiaomi prometeu ser a primeira fabricante de smartphones a introduzir o Snapdragon 888 no mercado. Fá-lo-á, segundo a própria, através do próximo par de topos de gama, os Xiaomi Mi 11 Pro e Xiaomi Mi 11.

A promessa foi feita por Lei Jun, CEO da Xiaomi, através das redes sociais e canais oficiais da marca momentos após a apresentação oficial do Snapdragon 888 na keynote da Qualcoom. Aproveitando a ocasião, o CEO também confirmou o nome dos próximos smartphones de topo.

À data de redação deste artigo não temos uma data de apresentação oficial para os novos Xiaomi, embora os rumores sugiram uma apresentação em janeiro. Note-se, no entanto, que a chegada ao mercado - lançamento - poderá dar-se mais tarde.

A Realme quer o novo Snapdragon no seu Race

Think it is a pretty safe bet that @RealmeMobiles will be setting the bar for most affordable 5G flagship using @Qualcomm #Snapdragon 888 with this "Race" smartphone. Note: Its 2020 flagship Realme X50 shipped at $600 with the Snapdragon 865. pic.twitter.com/xdchGRLbQd

— Ben Wood (@benwood) 1 de dezembro de 2020

A opinião de alguns dos analistas mais conceituados do mercado aponta a Realme como uma das primeiras a colocar este novo processador na mão dos consumidores. Aliás, poderá fazê-lo com um dos smartphones com preço mais competitivo.

Note-se ainda que a nomenclatura "Race" será um nome de código, com o produto final a adotar um esquema mais familiar. No entanto, o ponto mais interessante poderá ser o preço de 600 ou menos dólares, preço sugerido para este flagship.

Sabemos ainda que este smartphones da Realme terá até 12 GB de memória RAM, 256 GB de armazenamento interno, usará o sistema operativo Android 11 com a interface Realme UI 2.0, com o nome de modelo a ser RMX2202.

A OPPO também quererá este novo chipset

Tal como a sua sub-marca, também a casa-mãe deverá colocar um novo smartphones Android com o Snapdragon 888 no mercado durante o primeiro trimestre. Contamos com pelo menos um novo integrante da linha Find 3, série de topo da fabricante chinesa.

Apontamos para este OPPO Find 3, ou vários smartphones a compor esta linha, a utilização de um ecrã especialmente cativante. De acordo com os rumores, terá suporte total para o padrão DCI-P3 e cor a 10-bits de profundidade.

A Samsung surpreenderá com os Galaxy S21

Samsung Galaxy S21
Representação virtual - não oficial - do Samsung Galaxy S21 em prata.

A maior fabricante mundial de smartphones, a sul-coreana Samsung, também prepara uma nova geração de dispositivos móveis de topo. Entre entes, contamos com o Samsung Galaxy S21, Galaxy S21+ (Plus) e Galaxy S21 Ultra, caso se mantenha a esquemática e siga a nomenclatura utilizada em 2020.

Dito isto, contamos com a utilização do processador Snapdragon 888 da Qualcomm na variante norte-americana, não sendo certo nem expectável a sua chegada à Europa. Por outro lado, contamos com uma ligeira descida do preços base de venda ao público.

Entre os destaques da linha Galaxy S21 contamos com ecrãs AMOLED com alta taxa de atualização a 120 Hz, novos processadores, melhorias nas câmaras fotográficas, e incrementos gerais em vários aspetos e pontos gerais dos dispositivos móveis.

Por fim, tendo em conta as fugas de informação e rumores, podemos assistir à apresentação destes terminais em janeiro de 2021, uma antecipação notória face ao habitual calendário de lançamentos.

O Snapdragon é o mais recente SoC da Qualcomm

Os destaques são vários, desde o reforço da conetividade e suporte a redes 5G, ao reforço do desempenho. Graças ao novo processo ou litografia a 5 nm, o chipset Qualcomm gastará menos energia e entregará mais velocidade.

Há um maior suporte para ecrãs com alta taxa de atualização - até 144 Hz, entre outras melhorias que podes descobrir aqui.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.