'Smash' serviço que te deixa enviar ficheiros de tamanho ilimitado grátis

Filipe Alves

O WeTransfer é um dos conhecidos serviços para enviar ficheiros até 2GB de tamanho. O Smash File Transfer chegou para colmatar um dos maiores problemas do WeTransfer.

O serviço já está no ar, porém, ligeiramente lento. Contudo, é prometedor. O Smash garante que consegue enviar ficheiros de com tamanhos superiores a 350GB sem qualquer problema.

'Smash' serviço que te deixa enviar ficheiros de tamanho ilimitado grátis

O serviço é totalmente grátis, porém, para utilizadores que queiram enviar ficheiros com grande tamanho, certamente gostarão do serviço Premium. A grande diferença é que o ficheiro estará pronto para download de uma forma muito mais rápida.

Smash resolve o maior problema do WeTransfer

O Smash oferece no serviço grátis características do serviço pago do WeTransfer. Podes enviar ficheiros para outro email, contudo, com mais possibilidades. Em vez de selecionares um email, podes criar um link. Podes também criar um link exclusivo para o teu ficheiro, ter uma pré-visualização antes do download e até criar uma password.

Utilizar o serviço é tão simples quando acederes ao "Smash" no website oficial e arrastares o ficheiro pretendido. Logo depois, podes enviar para um email em especifico com uma mensagem ou criar um link partilhável.

O serviço grátis deixa-te o ficheiro disponível para download por 14 dias e o serviço pago por um ano.

Embora não esteja um serviço tão rápido quanto o WeTransfer, a eliminação da limitação dos 2GB é garantidamente uma maior vantagem.

Cada vez mais necessitamos de partilhar ficheiros pesados e cada vez menos temos serviços que nos deixem fazer isso com qualidade. Uma das melhores soluções tem sido as clouds, mas até para ter a qualidade máxima com uma boa quantidade de espaço temos de pagar. Exemplo disso é o serviço Google One ou iCloud.

Editores 4gnews recomendam:

Criptomoedas: Bitcoin, Ethereum e outras sobem consideravelmente

Apple e Dream Corps juntam-se para formar jovens em programação

Sabe como desbloquear a skin final do Prisioneiro no Fortnite

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.