Primeiro smartphone dobrável já foi apresentado e não é da Samsung

Carlos Oliveira
Samsung dobrável smartphone
Este é o aspeto do primeiro smartphone dobrável

A corrida pelo desenvolvimento de um smartphone dobrável está cada vez mais acesa. Nomes conceituados como Samsung, Huawei, LG e outros estão na calha, mas parece que terão sido já ultrapassados pela Rouyu Technology.

Se esta é a primeira vez que ouves falar da Rouyu Technology, não estás sozinho. Até hoje esta empresa asiática era igualmente desconhecida para mim. No entanto, o seu recente feito fará com que a mesma figure nos livros de história daqui em diante.

Vê ainda: Google Play Store: 15 jogos Android grátis perfeitos para o Halloween

Como certamente saberás grandes marcas como a Samsung anseiam demarcar-se da concorrência no que respeita a um smartphone dobrável. Todas querem ser a primeira a lançar tal dispositivo por todo o impacto mediático inerente, e não só.

No entanto, este marco já não será alcançado por nenhuma delas. O primeiro smartphone dobrável do mundo chega-nos então das mãos da Rouyu Technology. Ainda assim, importa desde já referir que este ainda se encontra longe do produto final que todos desejam.

Rouyu Technology antecipa-se à Samsung com o primeiro smartphone dobrável

O primeiro vislumbre que temos deste smartphone chega-nos através de um vídeo hands-on do equipamento. Divulgado pelo conhecido leakster Ice Universe, poderás não perceber o que é dito, mas ficarás bem elucidado para o funcionamento do equipamento em causa.

Assim sendo, temos aqui um equipamento que, quando aberto, se assemelha, em termos dimensionais, com um tablet. Já quando fechado tem uma dimensão mais próxima de um smartphone convencional, embora ainda muito volumoso.

Isto em virtude do facto de este equipamento não fechar totalmente. Ainda assim, este apresenta-se como o primeiro que é capaz de dobrar por completo o seu ecrã. Por conseguinte, não temos aqui qualquer tipo de dobradiça ou mecanismo semelhante como já havíamos visto no passado.

This is the "world's first foldable screen phone" released by Rouyu Technology, which will use the Snapdragon 8150 processor, but its design is very rough, just to seize the "first", this is a futures product. pic.twitter.com/M0v9o2z0Bw

— Ice universe (@UniverseIce) 31 de outubro de 2018

Mais ainda, nota-se que o seu ecrã parece ser construído à base de plástico. A reflexão de luz visível no vídeo leva-nos a concluir que este não é o tipo de ecrã que queremos para nos acompanhar diariamente. Provavelmente empresas como a Samsung, e os seus ecrãs Super AMOLED, poderão fornecer-nos algo bem mais elegante.

Já no que respeita ao seu funcionamento, vemos que o mesmo precisa ainda de algum trabalho de aprimoração. Em primeiro lugar, cumpre notar que a interface do smartphone se molda à forma como tens o ecrã do equipamento. Quando dobrado apresenta uma disposição, quando não dobrado outra.

Este equipamento é um presságio para o futuro

Além disso, nota-se algum atraso nas animações e transições desta interface. Dados que atestam tratar-se de um protótipo que ainda terá de passar por algum desenvolvimento até chegar ao mercado como produto final.

Este smartphone dobrável chegará ao mercado com o processador Qualcomm Snapdragon 8150. Esta será a nomenclatura do esperado Snapdragon 855, que só deverá ser oficializado algures em dezembro.

Todavia, é avançado que este smartphone poderá começar a ser expedido nesse mesmo mês. Por sua vez, as reservas para o equipamento começam já hoje, por cerca de 1140€ para o modelo com 6GB de RAM.

Em conclusão, podemos encarar este smartphone como um presságio para o que aí vem. Empresas como a Samsung certamente conseguirão desenvolver algo bem mais aprimorado do que aquilo que vemos aqui, de forma a satisfazer os seus clientes e manter a sua boa reputação.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei Mate 20 Pro chegou hoje a Portugal por 1049€

Honor Watch Magic é o novo smartwatch da subsidiária da Huawei

Google Play Store: 11 aplicações Premium estão Grátis (tempo limitado)

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.