Smartglasses da Apple ainda não foram apresentados mas já são dos mais populares

Carlos Oliveira
Comentar

Os rumores em volta dos smartglasses da Apple correm há já vários anos, mas o produto teima em não ser apresentado. Não obstante desse cenário, este gadget é já o terceiro mais popular entre os consumidores.

Esta conclusão chega ao nosso conhecimento por intermédio do mais recete relatório da Digi-Capital. Esta firma de estudo de mercado conduziu um estudo relativo ao mundo da Realidade Aumentada. Para tal entrevistou 776 pessoas que podiam mencionar mais do que um produto.

Smartglasses

Por conseguinte, temos 43% deste universo a considerar os prováveis smartglasses da Apple um gadget a ter em conta. Estes foram apenas superados pelos HoloLens da Microsoft (77%) e pelos MagicLeap (67%).

É interessante notar que os Google Glass Enterprise Edition aparecem abaixo do eventual produto da Apple, tendo sido mencionado por apenas 35% dos entrevistados. Ou seja, o produto da Google não consegue sequer superar um que ainda nem sequer foi apresentado.

Não é ainda claro se os smartglasses da Apple serão dependentes do iPhone

O relatório refere ter algumas dúvidas quanto às dependências destes smartglasses. Não fica claro se os mesmos serão dependentes do iPhone para efeitos de processamento ou se serão totalmente independentes.

O mesmo relatório da Digi-Capital deixa-.nos ainda algumas previsões para o futuro do produto a Apple. Segundo as suas crenças, este será primeiramente destinado ao mercado empresarial.

Realidade Aumentada

Já a sua adoção poderá ser algo tímida nos primeiros anos. Por conseguinte, esta firma estima que, até 2023, sejam vendidos apenas "várias dezenas de milhares" de exemplares. A eventual substituição aos smartphones só irá acontecer muito mais para o futuro.

O mercado dos chamados "óculos inteligentes" é ainda muito incerto. Temos já alguns produtos no mercado, mas estes carecem de justificação para a maioria dos utilizadores.

Para além disso, existem várias preocupações em termos de privacidade. Caso estes se aproximem da aparência de uns óculos tradicionais, podemos estar a ser filmados ou fotografados sem dar-mos por isso. E isso tem sido talvez o principal entrave ao desenvolvimento deste tipo de dispositivos.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.