Smartband NO.1 F1

Tenho de admitir que fiquei um pouco preguiçoso para escrever esta review, contudo, por bons motivos. Vi-me a utilizar esta smartband mais tempo daquilo que normalmente acho necessário para uma review porque é um gadget ao qual me afeiçoei.

O modelo com a cor cor-de-laranja, não é das minhas favoritas, mas uma coisa é certa, adicionava um estilo interessante quando utilizava um outfit desportivo.

Embora seja uma simples smartband com o valor a rondar nos 20 euros, há aspectos que temos de ter em conta. A qualidade de construção podia de facto ser melhor. A Smartband NO.1 F1 dá-nos uma borracha pouco agradável quando começas a transpirar do pulso e sendo ela uma fitness tracker, acaba por cair um pouco fora do contexto.

   

O design este também não o considero o mais elegante. Isto porque esta smartband servirá apenas de uma forma perfeita em alguém com os pulsos largos.

Smartband NO.1 F1

Se fores daqueles que tem um pulso fino, certamente terás no mercado fitness trackers mais elegantes. O ecrã da Smartband NO.1 F1 é comprido e embora bastante útil, acaba por ficar desajeitado em alguns utilizadores.

Continuando para as suas funcionalidades, a smartband faz aquilo que promete e isso é o mais importante! Para além de contar quantos passos deste, a Smartband NO.1 F1 terá a possibilidade de contabilizar quilómetros percorridos e batimento cardíaco.

As notificações também são agradáveis. Embora não notifique todas as aplicações, a smartband F1 alertar-te-á para chamadas e sms’s e Facebook o que considero suficiente para um gadget deste género.

A aplicação, que está disponível para Android e iOS está longe de ser perfeita. A app não nos dá grandes funcionalidades e para além de poderes ver o teu histórico e pequenas definições não esperes muito mais.

Em si, terás de entender que este é um gadget muito em conta e destinado a um público especifico. Certamente por isso o preço da smartband F1 está longe de ser idêntico a uma fitbit.

Smartband NO.1 F1

De referir que a pulseira tem resistência à água e poeiras (IP68) e para desportistas este é um factor de peso. O leitor de batimento cardíacos podia ser mais rápido e dei-me muitas vezes com o gadget a desligar o ecrã antes de me dar o resultado, contudo, os resultados rondavam a realidade.

Os últimos factores a apontar são a sua autonomia e ecrã. O ecrã é touch e honestamente pouco agradável ao toque. O ecrã não recebe todos os toques que lhe dás e nem sempre é correcto, já a sua autonomia, por sua vez, surpreende! O standby nunca mais acaba e utilizando diariamente via-me com bateria para uns 5 a 7 dias.

Os seus concorrentes de marcas oriundas da China oferecem quase o mesmo pelo mesmo valor, assim sendo, se estiveres a pensar comprar uma fitness tracker esta é uma aposta segura.

Não faz mais do que promete, mas aquilo que faz, faz bem.

Outros assuntos relevantes:

Google poderá desenvolver um smartphone mais barato à parte dos Pixel

Best of MWC 2017: O ecrã do LG G6 mereceu a distinção 4gnews

O desabafo de quem vê com entusiasmo o regresso da Nokia ao mercado

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.