Skype lança serviço de videochamadas que não precisa de instalação ou registo e é grátis!

Filipe Alves
Comentar

A Microsoft melhorou o seu serviço de videochamadas ao criar uma versão do Skype que não precisa de instalação ou registo para criar uma chamada de vídeo.

A aplicação é simples e rápida de se utilizar. Ainda assim, vale a pena referir que ainda está em fase inicial. Ou seja, todas as potencialidades que o Skype refere ser possível fazer, algumas delas não as conseguimos encontrar nas definições da chamada de grupo.

Como funciona o novo serviço de videochamadas do Skype

Skype serviço

O processo é muito simples. Precisas apenas de entrar no site, clicar no link para criar uma videochamada e negar quando te perguntam se queres criar uma conta Skype.

Recebes um link para partilhar a vídeo (ou copia o URL depois de estares dentro da videochamada) e está feito. A pessoa só precisa de entrar por esse link e está feito.

Características relevantes do novo serviço de videochamada

  • Partilhar o teu ecrã na imagem
  • Gravar a videochamada para ver mais tarde
  • Desfocar o background (não encontramos a funcionalidade)

Podes fazer chamadas para múltiplas pessoas

videochamadas

O Skype não referiu quantas pessoas podem entrar numa videochamada, contudo, acredita-se que o limite esteja nas 50 pessoas que temos na aplicação da Microsoft.

Este é basicamente um "Skype Lite" que não precisas de instalar e saber os nomes de todas as pessoas para se juntarem às chamadas. Só partilhar o link e está feito.

Alguns equipamentos não são suportados

videochamada skype

Podemos verificar ainda que em alguns smartphones o serviço não é compatível. Precisarias mesmo de ter a aplicação do Skype. O Honor 7X é exemplo disso mesmo.

Porém, experimentamos em vários computadores e sem qualquer tipo de problema. Ou seja, simples, rápido, sem registos e grátis. Perfeito para conseguires falar com os colegas de trabalho durante esta quarentena.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.