Será que o Xiaomi Pocophone F2 vai atrasar? Outro executivo da Xiaomi abandona o cargo!

Filipe Alves
Comentar

Ainda esta semana vimos um importante executivo da Xiaomi, Donovan Sung, abandonar o cargo com rumo à Google. Hoje vemos um outro a tomar a mesma iniciativa ao deixar a Xiaomi, mais precisamente a submarca Poco, mesmo quando acreditamos que o Pocophone F2 está aqui à porta.

Jai Mani, é o diretor de produto da marca Poco e um dos principais responsáveis pelo sucesso do primeiro smartphone Pocophone F1. Assim sendo, a Xiaomi, tal como todos os Mi Fãs, olham para este tipo de executivo para ter uma ideia daquilo que se aproxima.

Xiaomi Pocophone F1
Xiaomi Pocophone F1

Jai Mai deixa a Xiaomi sem razão aparente

Se no caso de Donovan Sung sabíamos que existe um interesse de representar a Google e esse é um motivo maior para o abandono do seu cargo na Xiaomi, no caso de Jai Mani tal não é o caso.

Xiaomi Jai Mani

O executivo despediu-se da Xiaomi e a única mensagem que colocou no seu perfil de Twitter foi "Interessado em cuidados de saúde + tecnologia, especialmente saúde mental (DMs abertos!)".

Atrasará isto o Xiaomi Pocophone F2?

Visto o grau de importância do cargo de Mani, é possível que o smartphone venha a ter um pequeno atraso no seu lançamento. Os rumores tem sido poucos e as fugas de informação inexistentes. Espera-se que o Xiaomi Pocophone F2 venha a ser oficial em agosto, contudo, estamos quase lá e não há indícios que tal acontecerá.

Aliás, referi há uns tempos que me parece que a marca foi "ligeiramente abandonada" de forma a dar mais destaque à outra submarca Redmi. Será que foi isso que motivou a saída de Jai Mani?

Especulações à parte, teremos de esperar para ver. Ainda é cedo para perceber qual será o impacto desta saída. A verdade é que uma marca como a Xiaomi já deve estar mais do que preparada para esta eventualidade. Ainda assim, chegou numa altura pouco vantajosa.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.