Será o Xiaomi Mi Mix 4? Xiaomi regista smartphone com 5G!

Filipe Alves
Comentar

A Xiaomi acabou de registar um novo smartphone na TENAA (entidade reguladora mobile na China) um smartphone com tecnologia 5G. Muitos acreditam que este é o Xiaomi Mi Mix 4 e isto indica-nos que o terminal já está na fase final de fabrico.

Os rumores referem que o Xiaomi Mi Mix 4 não chegará em agosto. O CEO da marca apontou que o terminal precisa de ser mais trabalhado e que apenas verá a luz do dia no último trimestre de 2019. Curiosamente, apontou ainda no passado que mais um smartphone com 5G chegaria pela mesma altura.

Xiaomi Mi Mix 4

Precisas mesmo de um smartphone com 5G?

Teoricamente um smartphone com 5G neste momento é pouco necessário. Até porque as operadoras continuam a trabalhar na sua rede 5G e ainda não há informações concretas de quando chegará a Portugal.

Contudo, se és uma pessoa que compra um smartphone para te durar uns anos, nada melhor do que estares prevenido. Ou seja, ao comprares agora um equipamento 5G, sabes que terás essa rede no teu equipamento assim que a tua operador disponibilize o serviço.

Xiaomi Mi Mix 4

Possíveis características do Xiaomi Mi Mix 4

  • Processador Qualcomm Snapdragon 855+
  • 12GB de memória RAM
  • 128GB (no mínimo) de memória interna
  • Ecrã total sem notch
  • Slider para a câmara frontal
  • Construção em vidro
  • Carregamento sem fios
  • Carregamento com 100W de velocidade
  • Tripla câmara traseira

Por muito que estas especificações não sejam garantidas, tudo indica que este Xiaomi Mi Mix 4 vai dar que falar. Os preços dos equipamentos da marca asiática são sempre agressivos e espera-se que o Mi Mix 4 não fuja à regra.

Se tudo correr como planeado, o Xiaomi Mi Mix 4 será revelado de forma oficial em outubro ou novembro e deverá chegar às prateleiras antes do Natal.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.