Sem mais segredos! Este é o Samsung Galaxy Z Fold 2. E vais adorar a evolução

Filipe Alves
Comentar

O Samsung Galaxy Z Fold 2 é o próximo smartphone dobrável da Samsung e é normal que sintamos um entusiasmo à volta deste smartphone. Até porque, ao que parece, será uma evolução considerável para o modelo anterior.

Hoje temos as imagens do novo Samsung Galaxy Z Fold 2 e não podíamos estar mais contentes. Parece que a Samsung ouviu os seus clientes e fez melhorias consideráveis ao design do equipamento.

Este é o Samsung Galaxy Z Fold 2

Samsung Galaxy Z Fold 2

Olhando para as imagens, vemos um smartphone dobrável idêntico ao antecessor. Contudo, na parte frontal temos um "senhor" ecrã. Enquanto no primeiro modelo tínhamos um ecrã pequeno e foi justificado pela Samsung como a única possibilidade.

Samsung Galaxy Z Fold 2

Desta vez temos um ecrã idêntico ao um smartphone "normal". Ou seja, um ecrã quase ponta-a-ponta. Ainda que esteja apenas numa parte do smartphone.

Quando aberto o smartphone dobrável não desilude. Em vez de nos dar uma super notch, como no modelo anterior, temos um pequeno buraco no ecrã. Ou seja, o ecrã interior será consideravelmente maior que o antecessor.

3 câmaras traseiras

Samsung Galaxy Z Fold 2

Na parte traseira contamos com 3 câmaras. Não temos ideia das suas especificações, porém se tivéssemos de adivinhar diríamos que temos uma "normal", uma "grande angular" e outra "zomm".

Não sabemos a que preço é que o novo Samsung Galaxy Z Fold 2 chegará, contudo, não esperes que a Samsung seja simpática nesta escolha. O primeiro modelo chegou a mais de 2000€ e espera-se que o mesmo aconteça a este equipamento.

Em suma, a apresentação oficial é já no próximo dia 5 de agosto, porém, até lá, acreditamos que ainda teremos mais informações concretas do novo Samsung Galaxy Z Fold 2.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.