ASUS Chief Sustainability Officer Sandy Wei

O mercado dos dispositivos tecnológicos é um dos mais importantes no actual panorama económico. São milhares, senão mesmo milhões, de empresas e construtoras dedicadas à criação e desenvolvimento de smartphones, PC’s, tablets e tudo o que contenha um pouco de tecnologia no seu interior. A Asus é apenas uma das empresas deste sector mas acabou de subir uns pontos extra na minha consideração.

Numa sociedade de consumo desenfreado em que todo o equipamento é descartável, em que novos modelos são lançados todos os anos, visando substituir o seu antecessor, esteja ele perfeitamente funcional ou não. O resultado? Uma economia fervilhante mas uma incrível produção de lixo tecnológico, tudo desde ecrãs partidos a torres de PC, toneladas e mais toneladas de desperdício.

   

Ora, face aos recursos limitados do nosso planeta, fico feliz ao saber que pelo menos a ASUS é foi a primeira empresa do mercado de consumo TI (tecnologias da informação) a ter a sua sede reconhecida com a certificação Zero Waste da UL. Hoje, ficamos a saber que estão concluídos os procedimentos de validação de tratamento de resíduos biodegradáveis pela UL. É a primeira vez que a sede de uma empresa do segmento de consumo de TI alcança esta validação em todo o mundo.

A UL entregou formalmente ao responsável do gabinete de sustentabilidade da ASUS, Sandy Wei, o certificado Environmental Claim Validation Procedure for Zero Waste to Landfill (UL ECVP 2799). Este prémio reconhece as práticas de tratamento de resíduos com índices iguais ou superiores a 80%. Das três categorias designadas a sede da ASUS obteve “um índice de tratamento de resíduos de 85% com 10% de incineração com Recuperação Energética”.

Como é feita a avaliação? 

Para determinar a quantidade de lixo que é tratado, a UL realiza auditorias detalhadas. Numa primeira fase, a UL fez uma auditoria aos documentos para identificar a classificação e o fluxo dos desperdícios. Depois, levou a cabo uma auditoria no local – tanto na ASUS como nas instalações de reciclagem. A taxa de tratamento foi determinada de acordo com o processo de certificação UL 2799, que inclui uma visita inicial e um processo de submissão de documentos auditados, seguidos de uma auditoria no local e da emissão de um pedido de produto.

Vê também: Asus apresenta o monitor ROG Swift PG248Q de 24 polegadas

O objetivo da marca taiwanesa passa por aproveitar e capitalizar a certificação Zero Waste UL, aumentando a atual taxa para 90% até 2020. Para cumprir esta meta, a ASUS estabeleceu novas linhas de classificação e processos para melhorar a recuperação de desperdícios e a reciclagem. Além disso, está a participar no programa PC Recycling for a Brighter Future, recuperando e reequipando computadores usados e preparando-os para reutilização na comunidade.

GreenASUS: Uma ideologia a seguir

A GreenASUS é uma iniciativa que assume o compromisso de criação de um futuro mais sustentável. Acredita na adoção de uma abordagem amiga do ambiente em todos os aspetos do negócio. Através de todas as fases do design, produção e distribuição, a GreenASUS defende a eficiência e a utilização responsável de recursos.

Por tudo isto, os nossos parabéns à ASUS por liderar o mercado num aspecto tão frequentemente neglicenciado e, ainda assim, de pungente importância.

Talvez queiras ver: