Samsung vai desistir da sua tecnologia de desbloqueio no ecrã. Entende porquê

Filipe Alves
1 comentário

A Samsung parece decidida a abandonar com a sua tecnologia de desbloqueio no ecrã. Contudo, não me entendas mal, é mais do que plausível que continuemos a ter sensores biométricos no ecrã dos smartphones da Samsung. A tecnologia é que mudará.

A Samsung utiliza o sensor biométrico no ecrã da Qualcomm Ultra-Sónico. Ou seja, em vez de tirar "fotografia" ao dedo para desbloquear funciona por ondas de som. Tipo um morcego para "ver" à noite.

Sensor biométrico ultra-sónico da Samsung não está a ter resultado desejado

Samsung Galaxy sensor biométrico

Este tipo de tecnologia é bem mais segura do que apenas fotografias dos outros sensores biométricos (sensores óticos) no ecrã. Para já só a Samsung é que utiliza este tipo de sensor e parece que tal deixará de acontecer.

Há uns tempos a empresa teve problemas com o seu sensor. Aparentemente qualquer pessoa conseguia desbloquear o smartphone sem qualquer problema. A fabricante rapidamente enviou uma atualização de sistema que corrigia o problema. Porém, isso fez certamente a Samsung pensar.

Por que razão a empresa haveria de pagar mais por um sensor biométrico? Tudo bem que lhes dava mais segurança, porém, também era consideravelmente mais lento a desbloquear o equipamento.

Até que ponto é que um utilizador "normal" vai querer saber se é mais seguro ou não? eles querem rapidez de desbloqueio e não querem ouvir falar que o seu caro smartphone está com bugs que dará autorização de entrada a qualquer pessoa que pegue nele.

Qualcomm tem a próxima geração de sensor ultra-sónico a caminho

Porém, tudo pode mudar se o novo sensor ultra-sónico da Qualcomm corrigir problemas, for mais rápido e, acima de tudo, mais barato de implementar.

A Samsung está com uma concorrência feroz e são este tipo de pormenores que fazem o preço do equipamento aumentar face os concorrentes. Ou seja, é possível que vejamos mudanças futuras nos próximos smartphones Galaxy.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.